Aqueles de sempre...





Os livros podem ser divididos em dois grupos: aqueles do momento e aqueles de sempre.
John Ruskin
Até ao momento os meus livros de sempre são:Guerra e Paz de Lev Tolstoi A Estrada de Comarc McCarthyFrankenstein de Mary ShellyA Metamorfose de Franz KafkaWerther de GoetheCrime e Castigo de Fiodor Dostoievski
E para ti, quais são os livros de sempre??

13 comentários:

    On 15 janeiro, 2013 Dulce disse...

    Olá Paula,
    Com bastante pena minha nunca li Tolstoi, nem Vitor Hugo.
    Quando era mais nova os meus pais não tinham dinheiro para comprar livros e eu li o que me emprestavam ou o que havia na biblioteca da escola.
    Mas respondendo à questão, para mim o escritor "intemporais" é, sem duvida, Eça de Queiros.
    Já li vários livros dele, tenho muitos e adoro reler. Sou fã da Cidade e as Serras, o que eu me divirto com a sua releitura.
    Gosto também de Julio Dinis, pois é meu conterraneo.
    Bjs
    Dulce Barbosa

     
    On 15 janeiro, 2013 Paula disse...

    Olá Dulce, também gosto da obra de Eça de Queirós :) a minha preferida (das que li) é "O Crime do Padre Amaro".

     
    On 15 janeiro, 2013 Argos disse...

    Paula,

    Define o que faz um livro ser de "sempre". Não me parece que seja só o autor!

    Abraço grande

     

    Heidi
    Orgulho e Preconceito
    O Monte dos Ventos Uivantes
    Amor em Tempo de Cólera
    As Meninas
    Talvez também
    Almas cinzentas
    Corpos e Almas
    Dona Flor e os seus dois maridos
    O Tempo e O Vento
    Quarto com vista para a cidade Terna é a noite
    Amor numa rua escura
    Exodus
    Deus Dorme em Masúria
    Há Sempre um amanhã
    Horizonte Perdido
    O Tempo dos Duendes
    E se calhar tenho é de pensar melhor, para não esquecer nenhum e seleccionar apenas uns 10 :)

     
    On 16 janeiro, 2013 Paula disse...

    Argos...
    Deixa cá ver, realmente isto dos livros de sempre, pode ter várias interpretações. Os livros que dei de exemplo são os meus livros de sempre, ou seja, aqueles que li e mais gostei ou que mais me marcaram.
    No entanto, também podemos referenciar livros que marcaram uma época por diferentes razões...

     

    os meus livros de sempre são: conto de duas cidades de Dickens, o principezinho,
    Anna Karenina,
    guerra e paz,
    O Monte dos Ventos Uivantes
    Capitães da areia,
    memorial do convento
    Não matem a cotovia
    por quem os sinos dobram
    as vinhas da ira
    Os Maias
    Um conto de Natal
    sei lá mais quantos...a lista é muito vasta.Citei só alguns que me fascinaram.Beijinhos e boas leituras

     

    Não é uma pergunta nada fácil, mesmo! Mas assim que colocaste a questão vieram-me à cabeça o "Dom Quixote" de Cervantes, "O Memorial do Convento" de Saramago, "Crime e Castigo" de Dostoievski, "Anna Karenina" de Tolstoi, "O Estrangeiro" de Camus e "O Retrato de Dorian Gray" de Oscar Wilde

     

    Olá Paula.
    Pergunta difícil de responder, a que colocas. Os livros que escolhes são grandes, vários deles, na História da Literatura. Sinto-me dividido entre dar-te conta dos grandes livros que li ou tão "somente" aqueles que me deram mais prazer não me preocupando com o seu lugar na História.
    Vou optar por aquelas obras que me marcaram, seja pela sua qualidade, pela altura da minha vida em que as li ou ambas.
    Meu Pé de Laranja Lima
    Os Maias
    O Crime do Padre Amaro
    A Insustentável Leveza do Ser
    O Ano da Morte de Ricardo Reis
    As Intermitências da Morte
    Conde de Monte Cristo
    A Sombra do Vento
    Marina
    Equador
    O Velho e o Mar
    Norwegian Wood
    Kafka à Beira Mar
    Remy e o Fantasma
    Mulherzinhas
    Meio Sol Amarelo
    O Livro do Desassossego
    O Monte Cinco
    O Alquimista

    Se fizesse um maior esforço de memória lembrar-me-ia de vários mais. Provavelmente no segundo após enviar este comentário vou recordar-me de algum outro que me fará exclamar "Como pude esquecer-me desse!!"

    Fico-me, todavia, por estes que referi. Se me assaltaram a lembrança é porque foram significativos.
    Abraço!

     
    On 16 janeiro, 2013 Argos disse...

    Então os "meus" livros de sempre são:
    "O Lobo das Estepes" de Hermann Hesse e "My Left foot" de Christy Brown.

    Abraço

     
    On 16 janeiro, 2013 Vasco disse...

    Até agora...

    Messias
    O Padrinho
    Pátria
    Lixo
    A Bofetada
    Última Saída para Brooklyn
    Crimes Exemplares
    Os Anões da Morte
    1984
    A Casa do Sono

    :)

     
    On 17 janeiro, 2013 GL disse...

    Paula,

    Aparentemente simples, a tua questão é bastante complexa.
    Tenho "livros de sempre" que me marcaram, uns por serem o retrato de uma época, outros pelo estilo/beleza da escrita, outros por se caracterizarem por uma singeleza absolutamente tocante, outros - no momento presente - que me fascinam pelo testemunho do surgimento de uma nova geração de escritores, uma geração que concilia muita sensibilidade com uma maravilhosa, e inovadora, técnica de escrita.
    Perante isto, que dizer?

    Abraço.

     

    Vim para encontrar novos amigos e ao mesmo tempo divulgar meu blog, encontrei o seu blog que óptimo,
    Quero apresentar o Peregrino E Servo.
    Se desejar fazer parte esteja à vontade.
    Sou António Batalha.

     

    Os meus "dez mais":
    -D. Quixote, de Cervantes
    -Guerra e Paz de Tolstoi
    -Os Irmãos Karamazov, de Dostoievsky
    -A Montanha Mágica de Thomas Mann
    -Ana Karenina de Tolstoi
    -A Saga de um Pensador, de Augusto Cury
    -As Vinhas da Ira, de J. Steinbeck
    -Memorial do Convento de J.Saramago
    -O Grande Gatsby, de Scott Fitzgerald
    -Por favor não matem a cotovia, de Harper Lee

     

Blogger Templates by Blog Forum