Tu Sabes que Queres será brevemente adaptado a série de televisão pela HBO.

Sinopse:
Amante de Gatos, de Kristen Roupenian, foi em 2017 um dos dois contos mais lidos de sempre, tanto online como em papel, na The New Yorker. Tal sucesso deve-se, segundo o Washington Post, ao facto de o conto dar voz não ao leitor comum da publicação, mas a uma geração mais jovem. Segundo a The Atlantic, o conto capta o medo das jovens mulheres a viver em 2017, o que, entre outras coisas, implica uma desesperante necessidade de ser boa e simpática a todo o custo. Tu Sabes que Queres é uma coletânea que inclui esse e outros contos, onde Roupenian explora as conexões complexas e por vezes sombrias de género, sexo e poder.
  

Críticas:
“É, a par de Brokeback Mountain, o conto mais falado de sempre (…). Já suscitou inúmeras interpretações.” [The Guardian]

“A autora domina a linguagem, as personagens e a história. Roupenian possui uma habilidade única de narrar histórias que temos a sensação de já ter ouvido, mas de um modo despretensioso e acessível, o que faz com que acreditemos que são verdade.” [New York Times Book Review]

“Se achas que sabes como esta coletânea é, estás enganado. As histórias são perspicazes e perversas, sombrias e bizarras, implacáveis e loucas. Gostei imenso de todas elas.” [Carmen Maria Machado]

“O mundo faz bastante mais sentido depois de ler este livro.” [Miranda July]

“Um objeto de estudo para homens e mulheres.” [The Economist]


Opinião:
“Tu Sabes Que Queres” é composto por 12 contos, muito fluídos e acessíveis de se ler. Nenhum dos contos tem ligação entre si, mas em todos, a personagem principal dá voz a uma geração mais jovem, e nós sem querer encarnamos cada uma delas conhecendo os seus desejos e segredos mais íntimos. Cada conto é mais bizarro que o anterior, por vezes de tão bizarro e absurdo provoca-nos alguma vontade de rir, assim como alguma repulsa consoante as diversas situações que o autor nos vai apresentando.

Nunca tinha lido uma obra deste género, e achei uma experiência bastante caricata.


Para mais informações e lerem as primeiras páginas procurar aqui.


Este mês, com o apoio da Editorial Presença, temos um exemplar do livro "A Holandesa" de Ellen Keith para oferecer em passatempo.
Para participarem têm de responder ao questionário e respeitarem as regras.
Boa sorte!!
;)




Sinopse:

Amesterdão, maio de 1943. Ao mesmo tempo que as túlipas florescem, os nazis intensificam a opressão à cidade ocupada e os últimos sinais da resistência holandesa vão sendo eliminados. Marijke de Graaf e o marido são detidos e deportados separadamente para campos de concentração na Alemanha.
Em Buchenwald, Marijke é confrontada com uma escolha impiedosa: sujeitar-se aos cruéis trabalhos forçados impostos aos prisioneiros ou ? numa tentativa de sobrevivência ? tornar-se prostituta no bordel do campo.
Do outro lado do arame farpado, Karl Müller, oficial das SS, espera alcançar a glória militar que o seu pai acalenta. Porém, o encontro com Marijke muda radicalmente o seu destino. Buenos Aires, 1977. Está-se em plena Guerra Suja, num cenário de repressão implacável sobre os dissidentes do regime que vigora então na Argentina. Luciano Wagner está detido numa cela, sem esperança de algum dia escapar ao cativeiro político.
Da Holanda à Alemanha, até à Argentina, "A Holandesa" é um romance soberbo que narra a história de três pessoas que partilham um segredo sombrio e que faz um relato impressionante de dois dos regimes mais violentos e repressivos da história moderna. 
Um livro que fala de amor, da ténue linha entre o bem e o mal, e da resiliência de pessoas comuns para perseverarem e fazerem o impensável em circunstâncias insólitas.


Ellen Keith é uma escritora canadiana, vencedora do prémio HarperCollins UBC para Melhor Obra de Estreia na categoria de Ficção. Obteve recentemente o mestrado em Escrita Criativa pela Universidade da Colúmbia Britânica. Passa grande parte do tempo no estrangeiro, a viajar sobretudo pela América do Sul. Atualmente, vive em Amesterdão.

REGRAS DO PASSATEMPO:
-O passatempo começa hoje, dia 23 de Julho de 2019 e termina às 23.59h do dia 31 de Julho de 2019
-O participante vencedor será escolhido aleatoriamente;
-O vencedor será contactado via e-mail;
-Apenas poderão participar residentes em Portugal e só será permitida uma participação por residência.

-O blogue não se responsabiliza pelo extravio dos livros.



Questionário:


Boa sorte!!




Este mês não nos foi possível lançar o Monday de Julho. Assim, anunciamos agora o vencedor de Junho.

Então a vencedora é...

Rita Carmo

A Rita vai receber o livro


Rita, tens a partir de hoje 30 dias para enviar para o mail do blogue os teus dados.
ligialeituras@gmail.com

PARABÉNS!!!!






Uma menina muito magoada e a mãe adotiva que nunca desistiu


Sinopse:
Keeley, de oito anos de idade, parece a menina mais doce do mundo, mas os demónios do passado tornam o seu comportamento longe de angelical.

Ela faz com que Angela, a sua mãe de acolhimento, passe por momentos muito exigentes e difíceis enquanto trava batalhas diárias contra os seus problemas psicológicos profundamente arraigados.

Conseguirá o amor e o cuidado especializado de Angela e do seu marido, Jonathan, ajudar Keeley a triunfar contra todas as probabilidades?


Críticas:
«Um relato comovente que atesta o poder redentor do amor. Espero que Angela Hart seja uma inspiração para outras famílias de acolhimento.»
Torey Hayden


«Uma narrativa extraordinária escrita por uma mulher extraordinária, e trouxe-me muitas recordações.»
Casey Watson

Opinião:
O ano passado com a obra “Ninguém me Ama”, Angela Hart deu-nos a conhecer o que era uma mãe de acolhimento e um pouquinho da sua história no geral.
Nesta obra, Angela  conta-nos a sua experiência com Keeley, uma menina de oito anos linda e doce, mas com um temperamento inconstante, que devido ao que passou nos seus primeiros anos de vida, consegue transformar a sua vida e de quem a rodeia num inferno. Ao longo da obra vamos descobrindo factos muito interessantes e importantes, que fazem com que Angela e nós leitores, entendemos as mudanças de humor tão constantes em Keeley.

Tirado da obra:
“Os primeiros três anos da vida de uma criança são cruciais no estabelecimento da sua capacidade de criar laços com outros seres humanos. Se, de alguma forma, esses laços não se desenvolverem pode tornar-se extremamente difícil para a criança funcionar em sociedade. O desenvolvimento saudável do cérebro depende da interacção com a mãe, ou figura parental, nestes críticos primeiros anos de vida. Se não for dada à criança oportunidade de contacto visual ou de momentos de afeto, se não for acalmada e alimentada regularmente e sempre que necessário, as conexões nervosas decisivas por criar laços humanos e relacionamentos não são estabelecidas. Os resultados podem ser devastadores e de grande alcance. Uma criança que desenvolva este tipo de transtorno é propensa a ter problemas comportamentais e interpessoais. “

Isto explica muitos dos comportamentos de Keeley, as assistentes sociais, e entretanto Angela, desconfiam que a menina, tenha sofrido diversos abusos da parte da mãe e do avô.
Lidar com Keeley, foi um verdadeiro desafio para Angela e Jonathan seu marido. Não sei se no lugar deles teria a paciência e compreensão para lidar com uma criança assim, mesmo sabendo que esta não tinha culpa das suas reacções e atitudes… Para esta criança confiar que este lar lhe dava toda a segurança e amor, depois de tudo o que tinha passado, era muito difícil… Era muito difícil acreditar, que não seria maltratada a qualquer momento.

Uma obra que dá muito que pensar, e que ensina a compreender certos comportamentos que muitas crianças têm, assim como muitos adultos. Uma obra que reforça uma vez mais que o amor que é dado e demonstrado, é a base de tudo.

Para mais informações procurar aqui.

A minha opinião da obra "Ninguém me Ama", podem ler aqui.






"QUANDO A VERDADE É CRUEL DEMAIS, TALVEZ SEJA MELHOR VIVER MERGULHADO EM MENTIRAS."

Sinopse:
Depois do seu pai e da sua mãe terem acabado com as próprias vidas de maneira muito parecida, em dois suicídios brutais e com intervalo de apenas alguns meses, Anna está a tentar virar a página do passado trágico da sua família e recomeçar a sua vida.
O novo namorado e o filho vieram para trazer à Anna alguns sorrisos no meio do caos. Mas, mesmo com todo o seu esforço para superar os seus traumas e se entregar aos novos começos, o seu passado de repente volta à tona trazendo ainda mais dor e devastação.
No primeiro aniversário da morte da sua mãe, Anna recebe um bilhete anónimo e perturbador: Suicídio? Pensa melhor. Será possível que alguém poderia ser cruel ao ponto de fazer uma brincadeira dessas? Ou de facto existe algo por trás do suposto suicídio de seus pais?
No fundo, Anna nunca entendeu como eles tinham sido capazes de tirar as suas próprias vidas de maneira tão cruel." Deixa-me Mentir" tem o ritmo lancinante que é a marca de Clare Mackintosh. Carregado de reviravoltas, deixa qualquer um em estado de choque da primeira à última página.


Outras obras de Clare Mackintosh, em que já demos a nossa opinião no blogue:
- “Deixe-te ir” , a minha opinião aqui, a opinião da Paula aqui e a do Vasco aqui;
- “Estou a ver-te” a minha opinião aqui.





Sinopse:
Doña Maru tem noventa anos e uma vida pacata em Oaxaca, México. Percorre diariamente de bicicleta uma longa distância para levar doces, alegria e o seu sorriso às crianças do orfanato. Criada, ela própria, num orfanato, no Chile, de onde fugiu com treze anos, sabe bem o que é estar só no mundo. A vida não foi fácil para ela, mas a velha senhora sempre manteve o caráter rebelde e ouviu os murmúrios do seu coração.

Quando descobre que tem um neto, em Veracruz, decide partir a galope no cavalo de vento a sua velha bicicleta em busca do rapaz numa viagem reveladora do poder dos sonhos.

Com esta fábula cheia de magia, humor e espírito positivo, Gabri Ródenas convida-nos a abrir a caixa dos tesouros que a vida nos oferece - a esquecer o que nos entristece ou o que nos aborrece para abraçarmos uma existência mais emocionante, mesmo que de início isso nos possa parecer desconcertante e insólito. É um convite para vermos a realidade tal como a víamos nos longos verões da nossa juventude, em que tudo resplandecia e o mundo se revelava pleno de aventuras e oportunidades.


Citações:
«O teu coração sempre soube do que necessita e que caminho deve seguir, embora não lhe tenhas prestado atenção. Agora aprenderás a fazê-lo. Precisas apenas de ouvidos para escutar e um coração para sentir.» Gabri Ródenas


Opinião:
Esta avó é uma avó diferente… uma avó que ouve o seu coração e que se deixa guiar por ele… uma avó que está em paz consigo, e que agradece tudo o que a vida lhe dá… uma avó coragem, que deixa tudo sem olhar para trás e segue o seu instinto…uma avó que aceita as tristezas e o lado menos bom da vida como um ensinamento… uma avó com espírito positivo...
Ao longo desta viagem, dona Maru vai encontrando várias pessoas muito diferentes umas das outras, e com a sua sabedoria e bondade vai ajudando, mostra que não precisamos ter muito para sermos felizes e estar bem connosco e com quem nos rodeia.
Vou transcrever algumas frases que retirei da obra, que nos ajuda a “ver” com mais clareza o que vamos encontrar nesta obra:
“… se amarmos sem parar e não encararmos nada como um dado adquirido, mantemo-nos eternamente recém-nascidos.”
“… O ódio é uma forma de medo, o que, por seu turno, é sempre um pedido desesperado de amor.”
“… Não fazia o mínimo sentido dar voltas à cabeça todos os dias, enlouquecer a pensar no passado ou a antecipar com ansiedade um futuro incerto, já que isso era tão absurdo como tentar conduzir para a frente olhando pelo espelho retrovisor.”
“… Além disso, sem cair, portanto, no narcisismo ou no egoísmo, uma pessoa podia e devia amar-se e apreciar-se a si mesma; ter aspirações, metas e objectivos; saber que era digna de tudo o que de bom entrasse na sua vida.”

No início de cada capítulo, temos sempre uma frase da autoria de outro autor que nos faz reflectir. Vou transcrever algumas:
“A sabedoria suprema consiste em ter sonhos suficientemente grandes para não os perdermos de vista enquanto os tentamos alcançar.” William Faulkner.
“A forma mais elevada da inteligência humana é a capacidade de observar sem julgar.” Jiddu Krishnamurti.
“Quando, devido ao egoísmo, pensamos só em nós mesmos, até um pequeno problema parece insuportável.” Dalai Lama

Uma obra do qual retiramos bons ensinamentos e ficamos com o coração mais leve.

Para mais informações vir aqui.

Nas origens da saga Millennium

Sinopse:
O autor da saga Millennium juntou as pistas.
Agora um jornalista seguiu-as. Quando o autor de Os Homens Que Odeiam as Mulheres morreu, há anos que investigava secretamente um mistério que mais parecia ter saído dos seus próprios romances: o homicídio de Olof Palme, primeiro-ministro sueco – um dos mais enigmáticos assassínios políticos de todos os tempos.
Dez anos depois da sua morte, em 2014, o jornalista Jan Stocklassa descobriu os arquivos esquecidos de Larsson: 20 caixas que guardavam o sigiloso projeto do autor best-seller mundial.
Neste assombroso livro de leitura absolutamente compulsiva, Stocklassa reúne as peças do puzzle do crime e segue o trilho de intriga, espionagem e conspiração iniciado por Larsson, numa história tão emocionante como as da saga Millennium.
Ao mesmo tempo, Stieg Larsson – Os Arquivos Secretos revela o impressionante paralelismo entre a investigação que o escritor levava a cabo e aquilo que escrevia e as personagens que criava nos seus livros, que venderiam mais de 80 milhões de exemplares. E de repente torna-se evidente: Stieg Larsson é ele próprio o Mikael Blomkvist da vida real.
E a somar a tudo isto: as novas pistas reveladas nestas páginas levaram a polícia sueca a reabrir o misterioso caso do homicídio de Olof Palme.

Críticas de Imprensa:
«Graças a Stocklassa, agora é possível que todos tenhamos uma resposta.»
El Periódico

«Um híbrido entre um ensaio, jornalismo de investigação e um romance de espionagem que avança pelo caminho iniciado pelo autor de Millennium e se aproxima da derradeira solução.»
El País



Sinopse:
Amante de Gatos, de Kristen Roupenian, foi em 2017 um dos dois contos mais lidos de sempre, tanto online como em papel, na The New Yorker. Tal sucesso deve-se, segundo o Washington Post, ao facto de o conto dar voz não ao leitor comum da publicação, mas a uma geração mais jovem.Segundo a The Atlantic, o conto capta o medo das jovens mulheres a viver em 2017, o que, entre outras coisas, implica uma desesperante necessidade de ser boa e simpática a todo o custo.
Tu Sabes que Queres é uma coletânea que inclui esse e outros contos, onde Roupenian explora as conexões complexas e por vezes sombrias de género, sexo e poder.


Citações:
“É, a par de Brokeback Mountain, o conto mais falado de sempre (…). Já suscitou inúmeras interpretações.” The Guardian

“A autora domina a linguagem, as personagens e a história. Roupenian possui uma habilidade única de narrar histórias que temos a sensação de já ter ouvido, mas de um modo despretensioso e acessível, o que faz com que acreditemos que são verdade.” New York Times Book Review

“Se achas que sabes como esta coletânea é, estás enganado. As histórias são perspicazes e perversas, sombrias e bizarras, implacáveis e loucas. Gostei imenso de todas elas.” Carmen Maria Machado

“O mundo faz bastante mais sentido depois de ler este livro.” Miranda July

"Um objeto de estudo para homens e mulheres.” The Economist


Tu Sabes que Queres será brevemente adaptado a série de televisão pela HBO.


Para mais informações procurar aqui.




Este mês, com o apoio da Marcador, temos um exemplar do livro A Força do Amor de Angela Hart para sortear em passatempo (leiam as regras).



Sinopse:
Uma menina muito magoada e a mãe adotiva que nunca desistiu
Keeley, de oito anos de idade, parece a menina mais doce do mundo, mas os demónios do passado tornam o seu comportamento longe de angelical. Ela faz com que Angela, a sua mãe de acolhimento, passe por momentos muito exigentes e difíceis enquanto trava batalhas diárias contra os seus problemas psicológicos profundamente arraigados.
Conseguirá o amor e o cuidado especializado de Angela e do seu marido, Jonathan, ajudar Keeley a triunfar contra todas as probabilidades ?

Regras do passatempo:
A cada participante é atribuído um ou vários números dependendo do nº de segundas que participam. Por exemplo, se um participante comentar nas 4 segundas, é atribuído a este participante 4 números, se participar apenas numa segunda, só será atribuído um nº.
São os números que vão a sorteio.
O vencedor, será anunciado sempre na segunda-feira do mês seguinte.
Os participantes têm de estar atentos, para que depois possam enviar a sua morada para o mail do viajar. Se não o fizerem no prazo máximo de um mês, deixam de ter direito ao livro ganho.
O envio dos livros é feito apenas para Portugal Continental e Ilhas.



Por aqui estamos a ler...
E vocês o que andam a ler??



Este mês, com o apoio da Marcador, temos um exemplar do livro A Força do Amor de Angela Hart para sortear em passatempo (leiam as regras).



Sinopse:
Uma menina muito magoada e a mãe adotiva que nunca desistiu
Keeley, de oito anos de idade, parece a menina mais doce do mundo, mas os demónios do passado tornam o seu comportamento longe de angelical. Ela faz com que Angela, a sua mãe de acolhimento, passe por momentos muito exigentes e difíceis enquanto trava batalhas diárias contra os seus problemas psicológicos profundamente arraigados.
Conseguirá o amor e o cuidado especializado de Angela e do seu marido, Jonathan, ajudar Keeley a triunfar contra todas as probabilidades ?

Regras do passatempo:
A cada participante é atribuído um ou vários números dependendo do nº de segundas que participam. Por exemplo, se um participante comentar nas 4 segundas, é atribuído a este participante 4 números, se participar apenas numa segunda, só será atribuído um nº.
São os números que vão a sorteio.
O vencedor, será anunciado sempre na segunda-feira do mês seguinte.
Os participantes têm de estar atentos, para que depois possam enviar a sua morada para o mail do viajar. Se não o fizerem no prazo máximo de um mês, deixam de ter direito ao livro ganho.
O envio dos livros é feito apenas para Portugal Continental e Ilhas.


Por aqui estamos a ler...
E vocês o que andam a ler??



Este mês, com o apoio da Marcador, temos um exemplar do livro A Força do Amor de Angela Hart para sortear em passatempo (leiam as regras).



Sinopse:
Uma menina muito magoada e a mãe adotiva que nunca desistiu
Keeley, de oito anos de idade, parece a menina mais doce do mundo, mas os demónios do passado tornam o seu comportamento longe de angelical. Ela faz com que Angela, a sua mãe de acolhimento, passe por momentos muito exigentes e difíceis enquanto trava batalhas diárias contra os seus problemas psicológicos profundamente arraigados.
Conseguirá o amor e o cuidado especializado de Angela e do seu marido, Jonathan, ajudar Keeley a triunfar contra todas as probabilidades ?

Regras do passatempo:
A cada participante é atribuído um ou vários números dependendo do nº de segundas que participam. Por exemplo, se um participante comentar nas 4 segundas, é atribuído a este participante 4 números, se participar apenas numa segunda, só será atribuído um nº.
São os números que vão a sorteio.
O vencedor, será anunciado sempre na segunda-feira do mês seguinte.
Os participantes têm de estar atentos, para que depois possam enviar a sua morada para o mail do viajar. Se não o fizerem no prazo máximo de um mês, deixam de ter direito ao livro ganho.
O envio dos livros é feito apenas para Portugal Continental e Ilhas.



Por aqui estamos a ler...



E vocês o que andam a ler??



Este mês, com o apoio da Marcador, temos um exemplar do livro A Força do Amor de Angela Hart para sortear em passatempo (leiam as regras).



Sinopse:
Uma menina muito magoada e a mãe adotiva que nunca desistiu
Keeley, de oito anos de idade, parece a menina mais doce do mundo, mas os demónios do passado tornam o seu comportamento longe de angelical. Ela faz com que Angela, a sua mãe de acolhimento, passe por momentos muito exigentes e difíceis enquanto trava batalhas diárias contra os seus problemas psicológicos profundamente arraigados.
Conseguirá o amor e o cuidado especializado de Angela e do seu marido, Jonathan, ajudar Keeley a triunfar contra todas as probabilidades ?

Regras do passatempo:
A cada participante é atribuído um ou vários números dependendo do nº de segundas que participam. Por exemplo, se um participante comentar nas 4 segundas, é atribuído a este participante 4 números, se participar apenas numa segunda, só será atribuído um nº.
São os números que vão a sorteio.
O vencedor, será anunciado sempre na segunda-feira do mês seguinte.
Os participantes têm de estar atentos, para que depois possam enviar a sua morada para o mail do viajar. Se não o fizerem no prazo máximo de um mês, deixam de ter direito ao livro ganho.
O envio dos livros é feito apenas para Portugal Continental e Ilhas.

E chegou o tão aguardado momento de revelarmos o vencedor do passatempo do mês de Maio.

A vencedora é...


Parabés Dulce!!!!
Tens 30 dias a partir de hoje para enviares os teus dados para o mail do blogue
ligialeituras@gmail.com

A Dulce vai receber...


Por aqui estamos a ler...



E vocês o que andam a ler??


Sinopse:
Um dia quente de outono começa como qualquer outro no Centro - uma clínica que presta cuidados de saúde reprodutiva a mulheres. Como habitualmente, os seus funcionários acolhem as pacientes que ali se encontram para aconselhamento e tratamentos. de repente, pelo final da manhã, um homem armado entra nas instalações e começa a disparar, causando feridos e fazendo reféns.

O agente de polícia Hugh McElroy, especialista em negociar a libertação de reféns, estabelece um perímetro de segurança e traça um plano para comunicar com o atirador. ao olhar sub-repticiamente para as mensagens recebidas no seu telemóvel, apercebe-se, horrorizado, de que Wren, a sua filha de apenas quinze anos, se encontra no interior da clínica.

Wren não está só. Ela vai partilhar as horas seguintes, sob um clima de grande tensão, com outras pessoas : uma enfermeira em pânico, que tem de se autocontrolar para salvar a vida de uma mulher ferida; um médico que põe a sua fé à prova como nunca antes acontecera; uma ativista pró-vida, que se tinha feito passar por paciente e é agora vítima da mesma raiva que ela própria sentia; uma jovem que quer abortar, e o próprio atirador, completamente transtornado, a querer ser ouvido.

Uma narrativa que equaciona a complexa temática dos direitos das mulheres grávidas e dos direitos dos seres que elas estão a gerar, além de refletir sobre o significado de ser boa mãe e bom pai.

Um romance desafiador, absorvente e apaixonante.


Críticas:
«Jodi Picoult na sua obra literária mais audaciosa de sempre... Oportuna, equilibrada e inspiradora de debate.»
The Washington Post

«O poder da escrita de Jodi Picoult é tal que nunca exageramos ao elogiá-la.»
Financial Times

«Jodi Picoult no seu melhor nesta abordagem crítica e muito pessoal a uma questão altamente sensível, complexa e polémica.»
People

«Romances como este são necessários.»
Kirkus Reviews

«Uma escritora cujas obras o mundo precisa de ler já.»
The Independent

«Os seus romances inteligentes, fruto de uma pesquisa rigorosa, exploram dilemas éticos através de situações comoventes e de grande impacto social.»
The Sunday Times


Opinião:
Mais uma vez Jodi Picoult tocou num assunto polémico e muito sensível, nos direitos das mulheres grávidas e dos seres que elas estão a gerar, e conseguiu com as diversas personagens que criou, descrever-nos o porquê de cada uma delas defender uma determinada opinião. A narrativa é construída do presente para o passado, e dessa forma vamos conhecendo as personagens e o porquê de estarem naquele local e fatídico dia.
Jodi tem o dom (para mim é um dom) de conseguir nos colocar na “pele” de cada uma das personagens (não só nesta obra como em todas as que escreve), consegue fazer-nos compreender o porquê das suas acções, e por incrível que pareça, mesmo nas mais degradantes e “reles”. Reles é uma palavra forte, mas a verdade é que ela consegue com que se sinta e compreenda o porquê de certas ações dessas personagens. Ela é simplesmente fantástica.
Para além disso aprendemos sempre algo de novo, não é como um romance histórico em que aprendemos algo do passado, mas com as pesquisas que exploram o tema por ela bordado, com situações da nossa sociedade.


Este mês de Maio com o apoio da Editorial Presençatemos para oferecer em passatempo um exemplar de "A Avó que Percorreu o Mundo de Bicicleta" de Gabri Ródenas.



Um livro de auto-ajuda em que o leitor é o verdadeiro protagonista.

Doña Maru tem noventa anos e uma vida pacata em Oaxaca, México. Percorre diariamente de bicicleta uma longa distância para levar doces, alegria e o seu sorriso às crianças do orfanato. Criada, ela própria, num orfanato, no Chile, de onde fugiu com treze anos, sabe bem o que é estar só no mundo. A vida não foi fácil para ela, mas a velha senhora sempre manteve o caráter rebelde e ouviu os murmúrios do seu coração.

Quando descobre que tem um neto, em Veracruz, decide partir a galope no cavalo de vento a sua velha bicicleta em busca do rapaz numa viagem reveladora do poder dos sonhos.

Com esta fábula cheia de magia, humor e espírito positivo, Gabri Ródenas convida-nos a abrir a caixa dos tesouros que a vida nos oferece - a esquecer o que nos entristece ou o que nos aborrece para abraçarmos uma existência mais emocionante, mesmo que de início isso nos possa parecer desconcertante e insólito. É um convite para vermos a realidade tal como a víamos nos longos verões da nossa juventude, em que tudo resplandecia e o mundo se revelava pleno de aventuras e oportunidades. 


Para participarem, já sabem, basta que comentem que livro estão a ler esta semana. Podem comentar neste post em qualquer dia da semana (não precisa ser necessariamente na segunda). Quem participa pela primeira vez leia as regras!! :D

Regras do passatempo:
A cada participante é atribuído um ou vários números dependendo do nº de segundas que participam. Por exemplo, se um participante comentar nas 4 segundas, é atribuído a este participante 4 números, se participar apenas numa segunda, só será atribuído um nº.
São os números que vão a sorteio.
O vencedor, será anunciado sempre na segunda-feira do mês seguinte.
Os participantes têm de estar atentos, para que depois possam enviar a sua morada para o mail do viajar. Se não o fizerem no prazo máximo de um mês, deixam de ter direito ao livro ganho.
O envio dos livros é feito apenas para Portugal Continental e Ilhas.


Por aqui estamos a ler...


E vocês o que andam a ler??

Blogger Templates by Blog Forum