Sinopse 
Harrison Opoku tem 11 anos e acaba de chegar a Londres vindo do Gana. A viver num bairro social com a família, Harri passeia pela sua nova vida com uns ténis Adidas únicos no mundo - as famosas listas da marca foram desenhadas a caneta pelo próprio - e tranquilamente alheado dos perigos que o rodeiam. Quando um rapaz da vizinhança é assassinado em plena rua e a polícia não consegue encontrar testemunhas, Harri decide investigar por conta própria. Mas, ao fazê-lo, ele rompe inadvertidamente a frágil teia protetora que a sua mãe tecera em torno da família. Uma história de inocência e perda, esperança e desespero, "O Pombo Inglês" marcou a fulgurante estreia de Stephen Kelman e foi finalista do Man Booker Prize, The Guardian First Book Award, entre outras distinções.


Opinião
Inocente. Imaturo. Impreparado.
Estas três características com que inicio esta opinião – como sempre fiz com todas elas – não têm a ver com o autor nem com a sua escrita. Referem-se antes à visão da personagem principal e à forma com que ela encara o mundo e analisa as situações com que se depara. Harrison é um miúdo que veio do Gana e que aterra no aeroporto de Londres, embora pareça que tenha lá caído de pára-quedas. Assim, o livro acaba por ser uma narrativa imatura e simplista, que relata as coisas como elas são, coisas que vão ocorrendo num ambiente novo, sempre captadas pela perspectiva de uma criança de 11 anos, proveniente de um país onde tudo é diferente daquele que o recebeu.
Existe permanentemente um lado bom e espontâneo, próprio da inocência de um pré-adolescente, que contrasta com a violência urbana e inconsciente da selvajaria que domina a humanidade. Acaba por ser engraçado o facto de aquele que é visto como o selvagem, o coitado, acaba por ser o mais nobre de toda a comunidade.
Ao longo do livro, em que Harri busca um assassino, assistimos a cenas verdadeiramente hilariantes, sempre interpretadas por alguém que não está preparado para lidar com elas.
Acho, honestamente, que “O Pombo Inglês” poderia ter sido uma obra brilhante. Apesar de ter gostado, penso que não o tenha sido apenas porque o autor não o quis. E isso às vezes acontece.

Sinopse 
Beirute. Durante uma tentativa de encontro clandestino com um novo contacto - nome de código Rouxinol -, Carrie Mathison, agente de operações da CIA, escapa por pouco a uma emboscada. Desconfiando de que a segurança no quartel-general de Beirute possa estar comprometida, a altamente especializada e volátil agente desafia o chefe de divisão num acalorado confronto que lhe vale o recambiamento para casa.
Frenética e com pouco tempo a perder, Carrie aventura-se num chocante ato de insubordinação que a ajuda na revelação de indícios secretos que ligam o Rouxinol a Abu Nazir, o líder da Al-Qaeda no Iraque. Decidida a travar o mentor do plano terrorista, embarca numa obsessiva demanda que irá destruí-la. 

Um livro original e empolgante baseado na série de sucesso Segurança Nacional.

Citações
«O melhor thriller da televisão americana.» | New York Post
«Uma leitura inteligente e viciante!» | The Telegraph

Promoções #15

Promoção do dia, aqui.


Quero este

Depois de "A verdade sobre o caso Harry Quebert", de Joel Dicker, um dos (meus) livros do ano 2013
...
surge agora "Os últimos dias dos nossos Pais".






Lendo:

 

E por aí?

Step in to a novel...



Opinião:
Na minha opinião, um livro infantil pode sempre ser "manipulado" pelo leitor (adulto) em função do que se quer  ensinar/incutir aos mais pequenos e este livro, para ser considerado bom, tem de ser alvo disso. E porquê?
O livro está brilhantemente ilustrado, tem uma capa linda e até as frases do seu conteúdo, no entanto fica a faltar, no meu entender um final... um final que sirva de conclusão aos mais pequenos. Eu sei que muitos livros não têm final, que devem ficar à mercê do leitor, mas neste caso, acho que fica incompleto. A obra contém inúmeras frases soltas que têm como início "Se eu fosse..." e realmente dá para explorar com as crianças temas bastante interessantes tendo esse início de frase, mas volto a frisar, terá de ser preferencialmente uma leitura acompanhada e explorada. Penso que esta foi também a intenção do autor, caso contrário a obra não atinge o seu objectivo.
Conhecendo a escrita de Zimler, esperava mais...


Promoções #14

Parece que hoje é Dia das Compras na Net...

A Editorial Presença tem desconto até 30% em todos os livros e portes gratuitos.

A Wook tem 10% de desconto em todos os livros e portes gratuitos.
O blogue tem para oferecer, em passatempo, um exemplar do último livro de Richard Zimler "Se eu fosse...".
Para participar, terá de preencher o formulário e respeitar as regras.



Regras do Passatempo:
-O passatempo começa hoje, dia 24 de Outubro e termina às 23.59h do dia 1 de Novembro de 2014. 
-O participante vencedor será escolhido aleatoriamente;
-O vencedor será contactado via e-mail;
-Apenas poderão participar residentes em Portugal e só será permitida uma participação por residência.
-Ser Seguidor do blogue (para ser seguidor, basta clicar em “seguidores” na barra lateral direita)


   Formulário

Boa sorte aos participantes!

Opinião
Já há algum tempo assumi que sou fã desta série que a Editorial Presença nos trouxe.
Este é o sétimo livro da colecção. Falo deste como falaria de qualquer um dos restantes, porque tenho a mesma opinião sobre todos eles. Uma opinião, aliás, altamente positiva.
“Veste as Tuas Amigas para a Festa de Casamento” traz-nos uma pequena história de três amigas – no caso da minha filha, adapto-as para ela mesma e para as suas melhores amigas da escola –, transportando-as para várias cenários, cumprindo religiosamente os passos que a maior parte das pessoas dão até ao casamento propriamente dito.
As crianças – e os pais – apenas necessitam de se deixarem levar pelo momento e proceder às colagens das roupas, dos acessórios e do ambiente.
Falo pela minha filha, ela adora estes livros. Passa horas e horas com eles e não deixa um autocolante por colar. E, acreditem, são imensos.
Aconselho esta colecção a todos os pais que tenham meninas – estilo princesas – e que queiram viver um mundo para além daquele que pisam.

Sinopse
Vem conhecer a Joana, a Carlota e a Rita, três amigas que estão muito entusiasmadas por serem damas de honor. Usa os autocolantes neste livro para as vestires nas mais diversas ocasiões: na escolha dos vestidos e dos sapatos a condizer, na escolha dos penteados e em todos os momentos especiais até ao dia do casamento!
Recomendado a partir dos 5 anos.



Opinião:
Desconhecia totalmente que Virginia Woolf tinha escrito um conto para crianças. Tomei conhecimento porque faz parte do plano de leitura da minha filha para o 5º ano!

A Viúva e o Papagaio, é uma obra muito bonita e cativante, encerra uma lição que nos dias de hoje é muito importante e que, por vezes, cai no esquecimento não só dos mais jovens como no dos adultos!
A história tem uma linguagem acessível ao público a que se destina, mas já com a introdução de vocabulário diferente, o qual os pequenos leitores terão de ir "investigar" ao dicionário o seu significado!

É, sem dúvida, uma excelente leitura e está mais do que aconselhada aos nossos meninos :)
Opinião:
Marc Pastor, relata-nos uma história baseada em factos verídicos que ocorreram em Barcelona, no início do sec XX, nomeadamente em 1912.
O autor mostra-nos uma Barcelona fria, pobre, onde as doenças, entre os mais desfavorecidos, proliferam.
A prostituição é apresentada como (quase) o único meio das mulheres conseguirem algum sustento para sobreviverem. É neste meio, pobre e de prostituição, que os crimes começam a surgir - roubos de cadáveres, assassinatos e raptos de crianças.
Num primeiro momento, julga-se que o autor dos crimes é um homem, talvez porque (desde há longo tempo) ao homem foi atribuído (pela sociedade) a força e a malvadez para crimes dos quais (dizia-se) as mulheres serem incapazes. Pois são o sexo frágil e fraco (assim também se pensava). Posteriormente, o caso resolve-se e Enriqueta Martí  é presa. Afinal (para espanto de todos) o assassino é uma mulher!
É uma obra que se lê bem, sob o ponto de vista de estarmos a ler algo que aconteceu em tempos, é acompanhada de fotos de Enriqueta Martí e de lugares a que se refere o livro. No entanto, a escrita do autor não me cativou totalmente, achei um pouco abrutalhada e com falta de tacto, não senti proximidade com nenhuma das personagens. Li-a como se de uma descrição se tratasse, não suscitando em mim qualquer sentimento de apego ao livro.
Infelizmente, nem todas as leituras nos cativam e esta não me cativou.

Sinopse:
Barcelona, 1912. Há crianças a desaparecer. Quando um cadáver é encontrado numa viela estreita, dilacerado e sem um pingo de sangue, surgem rumores bizarros sobre um «vampiro» que se move pelas sombras da cidade e que anda a roubar as almas dos inocentes.
Para a polícia trata-se apenas de mais um cadáver, num lugar onde a morte e o crime são tão frequentes que se tornaram banais. E quanto às crianças desaparecidas, ninguém quer saber dos filhos das prostitutas que povoam Barcelona.
Mas para o inspetor Moisès Corvo — um polícia rude e dissoluto, mas com um sexto sentido peculiar — este é um mistério que tem de ser resolvido, com um criminoso que afinal é uma mulher.
Gótico e chocante, A Mulher Má revela um mundo macabro, uma história verídica que nos faz duvidar de um dia ter realmente existido uma mulher tão pérfida, capaz de crimes tão monstruosos.
Um livro assombroso que agarrará o leitor da primeira à última página.

Tão cativante quanto assustador. Uma mistura de CSI com Jack, o Estripador, na Barcelona do início do século XX.

...uma porta.






Uma biblioteca é uma porta no tempo.

in A Casa de Papel, Carlos María Dominguez 

Paulo Alberto Medeiros Antunes (Porto)

Parabéns ao vencedor e boas leituras!
E mais uma Segunda-feira chegou!! Oba!!

Hoje, amanheceu por aqui (S. Miguel) um temporal...

Digamos que um excelente tempo para ficar em casa a ler :P


 Por aqui estamos a ler...



E vocês, que viagens estão a realizar?

Vencedor do Prémio Leya

E o vencedor do Prémio Leya 2014 é....

Trrrrrrrr...

O trineto do Eça de Queiroz!

Parabéns, trineto do Eça de Queiroz!

Opinião:
O Estranho Ano de Vanessa M, relata-nos os acontecimentos na vida de Vanessa durante um ano.
Vanessa é casada, tem uma filha e um emprego estável, mas sente-se infeliz com tudo à sua volta, sente essencialmente falta daquilo que não viveu.
Durante um ano, Vanessa vai arriscar, vencer e também perder. Vai reflectir sobre o que deixou e sobre o que conquistou, com ela os leitores também poderão fazer esta reflexão.
Filipa Fonseca nesta narrativa aborda as relações humanas e a sua complexidade de uma forma bastante simples, real e um tanto previsível. 
Trata-se de uma leitura agradável, sem dúvida, faz-se rápida e ligeira, contudo eu esperava mais. Talvez porque as minhas expectativas para com este romance fossem muito elevadas. Penso que o publico mais jovem o apreciará bastante!

Sinopse:
Quando entrou no carro naquela tarde de Inverno, Vanessa não sabia que estava a embarcar numa viagem sem retorno. Uma viagem interior, que pôs em causa todas as suas escolhas e, acima de tudo, toda uma vida construída em torno das expectativas e opiniões dos outros.
Fluido, divertido e fresco, O Estranho ano de Vanessa M. conduz-nos nessa autodescoberta de 365 dias e faz-nos reflectir sobre o poder que temos de, a qualquer momento, colocar tudo em questão, através de episódios trágicos e cómicos que envolvem uma mãe controladora, uma tia hippie, um casamento entediante, um chefe insuportável e uma amiga que não sabe quando se calar. Porque a busca da felicidade não tem prazo e a chave para abrir essa porta está dentro de nós.
Uma nova voz irrompe na cena literária portuguesa, leve, despretensiosa, crua, divertidíssima e incrivelmente humana.
Num blogue brasileiro, li um artigo, onde dita que ler reduz o stress...
Quem lê, sabe muito bem que sim! 



Quanto mais furiosa, chateada, stressada estou, mais leio... ultimamente isto não tem acontecido e tenho lido menos. Acho que preciso de me enervar :P

Podem consultar o artigo aqui que é bastante interessante!

Imagem retirada daqui
Os vencedores são...

1º passatempo - Editorial Presença - O Grande Rebanho, de Jean Giono/ O Monstro das Caixas, de Alan Snow - Rita Florindo
2º passatempo - Clube de autor - O Diário Oculto de Nora Rute, Mário Zambujal - Carla Inácio
3º passatempo - Topseller - O Juramento da Rainha, C. W. Cortner - Sónia Alexandra
4º passatempo - Guerra e Paz Editores - Viagem ao Fim do Coração, de Ana Casaca - Carla Lima
5º passatempo - Porto editora - Contos Vagabundos, de Mário de Carvalho - Elisa Maria de Sousa Esteves

Parabéns a todos!

Corridas

Graça à Paula estive atento aos posts da Pipoca Mais Doce, relativamente ao seu testemunho nas corridas, que culminou na meia maratona de Lisboa.

No espaço de um mês fiz três provas. Em cada uma delas fiz algo que ela não fez e que, por isso, me deve ter dado um gosto que ela provavelmente nunca conhecerá.

Porto - 21 KM - 1:40:17
1) Dar estouro e não me queixar (esta imagem é a chegada à meta, porque até ali eu estava com um óptimo aspecto, juro que estava);

Joane - 12 km - 53:40
2) Correr com as cores que não são as nossas, mas que acabam por ser (Fisiojoane, pesquisem lá);

Vila do Conde - 10 KM - 43:39
3) Correr depois de uma noite sem dormir por causa de uma constipação daquelas que nos deixam às portas da morte (ok, exagerei um bocado - não eram portas, mas sim janelas... bem, pequenos orifícios... chatos);

Porto... Outra vez?
4) Mostrar o rabo para que o mundo inteiro o possa apreciar... Ah, isto ela também fez... Ups... Desculpem lá, enganei-me na foto.

Já que estamos numa onda de prémios literários, foi conhecida a short list de um dos mais importantes prémios portugueses: Grande Prémio de Romance e Novela.

“Para onde vão os guarda-chuvas”, Afonso Cruz 
“Que Importa a Fúria do Mar”, Ana Margarida Carvalho 
“Cartas de Casanova -  Lisboa 1757”, António Mega Fereira 
“A Implosão”, Nuno Júdice 
“A Desumanização”, Valter Hugo Mãe 

No ano passado Alexandra Lucas Coelho - uma autora que aprecio bastante - foi a vencedora. Afonso Cruz repete o título de finalista e, apesar de não conhecer a escrita de dois destes autores, é o meu favorito.

PS: aposto que a Paula aposta no Valter Hugo Mãe!
É já amanhã!
Quem estiver perto de Ponta Delgada não perca!!


Saiu recentemente o último livro da colecção "Veste as tuas amigas", da Editorial Presença.
Durante um mês andei a ser questionado - quase sob tortura -, várias vezes ao dia, acerca de quando saía esta pérola que faz com que as pequenas delirem. Pelo menos a minha Bianca delira, e guarda religiosamente a colecção completa. Dá-se, inclusivamente, ao trabalho de tirar com cuidado os autocolantes para voltar a colocá-los noutro local quando já estava tudo coladinho.
Agora a pergunta do momento é: "quando sai o próximo?". Resta-me esperar que seja para breve.


Sinopse
Vem conhecer a Joana, a Carlota e a Rita, três amigas que estão muito entusiasmadas por serem damas de honor. Usa os autocolantes neste livro para as vestires nas mais diversas ocasiões: na escolha dos vestidos e dos sapatos a condizer, na escolha dos penteados e em todos os momentos especiais até ao dia do casamento!
Recomendado a partir dos 5 anos.




Promoções #13

Hoje e amanhã, livros a metade do PVP, na FNAC.


Richard Flanagan

É este o nome do vencedor do prémio The Man Booker Prize for Fiction 2014.


O autor foi publicado em Portugal pela Dom Quixote em 2007. "O Livro dos Peixes de Gould", uma obra também ela premiada, foi o título escolhido.


Richard Flanagan, escritor e jornalista, tem 61 anos e é australiano. Publicou 6 romances em inglês e 5 obras de não-ficção. 


Por aqui lemos...



E vocês, que viagens estão a fazer?

Bolos na Caneca!!

Andava eu pela blogosfera literária a ver as publicações, quando no blogue "O tempo entre os meus livros" da amiga Cristina, vejo um livro de bolos da Editorial Presença.

O que é que este livro tem de especial? Tem que em vez de fazer um bolo numa forma, que depois dura semanas e acaba no lixo (isso também deve ser porque os meus bolos não são nada de especial), permite-nos fazer um bolo numa caneca. Ou seja, uma dose! Para mim, isto é espectacular, porque lá em casa é sempre um dilema fazer um bolo! Um quer de coco, a outra de chocolate, a outra de limão... enfim. Assim, pode-se fazer 4 canecas, para satisfazer o gosto de cada um e acabou-se a história!




 Este livro traz ainda a receita dos toppings, que dá um aspecto delicioso! Ora vejam!!




Podem consultar uma parte do livro aqui 

Vasco, eu já sei que deves estar a "espumar" porque eu fiz este post! Tu que fazes bolos LINDOS eu sei, eu sei, mas nem toda a gente tem esta sorte :( eu até ponho as culpas no forno, mas pronto! O que é que vou fazer??  Agora já sei, fazer bolos às doses :) que é como quem diz em canecas!!
Adorei a ideia e vou comprar o livro!
Ontem, por cá, andámos muito atarefados com o aniversário do blogue, no entanto, hoje é tempo de colocar as notícias em dia. Assim, não podíamos deixar de publicar a quem foi atribuído o Nobel da Literatura!

Patrick Modiano é como se chama o senhor!!



Um à parte: Quando vocês olham para esta fotografia o que vêem???
Eu só vejo estas magníficas estantes!!!!!!
Já repararam nos livros em cima do sofá vermelho, por cima da mesa???
Fantástico! Adorei!

Agora vamos ao que interessa:

Patrick Modiano, é francês, tem 69 anos e várias obras publicadas. Herdou dos pais essa memória da guerra: o pai, um judeu natural de Alexandria, conheceu a mãe, atriz belga, durante a ocupação francesa, pelas forças nazis.
Devido às digressões profissionais da mãe, estudou em várias escolas, um pouco por toda a França, e completou os estudos do liceu em Paris, uma cidade que se viria a tornar cenário frequente nas suas obras.
a restante notícia aqui


Outra notícia que nos deixou bastante felizes foi a atribuição do Prémio Nobel da Paz a Malala Yousufzai e ao indiano Kailash Statuarthi.
Para 5º passatempo do blogue, temos um exemplar do livro “Contos Vagabundos” de Mário de Carvalho pela Porto Editora.
Para participarem no passatempo, basta que sigam as regras e preencham o formulário!






Lembramos que Mário de Carvalho será homenageado na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa na próxima segunda-feira, dia 13 de outubro. Durante todo o dia, conversas, debates e apresentações vão fazer parte da Jornada “Mário de Carvalho entre amigos”, um evento que celebra os 70 anos do escritor. Participam nesta homenagem Ernesto Rodrigues, Manuel Frias Martins, Fernando Venâncio, Rita Taborda Duarte e Fernando Guerreiro.



Regras do Passatempo:
-O passatempo começa hoje, dia 9 de Outubro e termina às 23.59h do dia 16 de Outubro de 2014. 
-O participante vencedor será escolhido aleatoriamente;
-O vencedor será contactado via e-mail;
-Apenas poderão participar residentes em Portugal e só será permitida uma participação por residência.
-Ser Seguidor do blogue (para ser seguidor, basta clicar em “seguidores” na barra lateral direita)
-O blogue não se responsabiliza pelo extravio de livros.


PASSATEMPO ENCERRADO

Boa sorte aos participantes!

Para 4º passatempo temos um exemplar do livro "Viagem ao Fim do Coração" de Ana Casaca pela Guerra e Paz

Para participarem têm de preencher o formulário e respeitar as regras!



Regras do Passatempo:
-O passatempo começa hoje, dia 9 de Outubro e termina às 23.59h do dia 16 de Outubro de 2014. 
-O participante vencedor será escolhido aleatoriamente;
-O vencedor será contactado via e-mail;
-Apenas poderão participar residentes em Portugal e só será permitida uma participação por residência.
-Ser Seguidor do blogue (para ser seguidor, basta clicar em “seguidores” na barra lateral direita)
-O blogue não se responsabiliza pelo extravio de livros.


PASSATEMPO ENCERRADO
Boa sorte aos participantes!
E para 3º passatempo, temos um exemplar da obra "O Juramento da Rainha" de C. W. Gortner pela Topseller.

Para participar, já sabem, têm de preencher o formulário e respeitar as regras!



Regras do Passatempo:
-O passatempo começa hoje, dia 9 de Outubro e termina às 23.59h do dia 16 de Outubro de 2014. 
-O participante vencedor será escolhido aleatoriamente;
-O vencedor será contactado via e-mail;
-Apenas poderão participar residentes em Portugal e só será permitida uma participação por residência.
-Ser Seguidor do blogue (para ser seguidor, basta clicar em “seguidores” na barra lateral direita)
-O blogue não se responsabiliza pelo extravio de livros.



PASSATEMPO ENCERRADO!
Boa sorte aos participantes!
Para o segundo passatempo, dia em que o blogue faz 6 anos, temos um exemplar da obra de Mário Zambujal "O Diário Oculto de Nora Rute" cedido pelo Clube do Autor.

Para participar, têm de seguir as regras e preencher o formulário.



Regras do Passatempo:
-O passatempo começa hoje, dia 9 de Outubro, e termina às 23.59h do dia 16 de Outubro de 2014. 
-O participante vencedor será escolhido aleatoriamente;
-O vencedor será contactado via e-mail;
-Apenas poderão participar residentes em Portugal e só será permitida uma participação por residência.
-Ser Seguidor do blogue (para ser seguidor, basta clicar em “seguidores” na barra lateral direita)
-O blogue não se responsabiliza pelo extravio de livros.


PASSATEMPO ENCERRADO!
Boa sorte aos participantes!!
E vamos dar início aos passatempos de hoje, um dia especial aqui no blogue!!

Então, para abrir temos um pack da Editorial Presença composto pela obra "O Grande Rebanho" de Jean Giono e para os jovens leitores "Os Monstros das Caixas" de Alan Snow



Regras do Passatempo:
-O passatempo começa hoje, dia 9 de Outubro e termina às 23.59h do dia 16 de Outubro de 2014. 
-O participante vencedor será escolhido aleatoriamente;
-O vencedor será contactado via e-mail;
-Apenas poderão participar residentes em Portugal e só será permitida uma participação por residência.
-Ser Seguidor do blogue (para ser seguidor, basta clicar em “seguidores” na barra lateral direita)
-O blogue não se responsabiliza pelo extravio de livros.



PASSATEMPO ENCERRADO!
Boa sorte aos participantes!
By Paula

E passámos, para a outra mão, a contagem do avançar dos anos no nosso blogue!!

6 anos a manter este cantinho é, para mim, qualquer coisa de espectacular!!
Por aqui, muitas amizades fiz e continuo a fazer. Vi muitos blogues surgirem e muitos (mais antigos do que o viajar) fazerem pausas, retomarem e outros ainda (para grande tristeza minha) fecharem!

Espero estar por aqui por muitos mais anos, até ultrapassar a contagem dos dedos das mãos para os dedos dos pés ^_^

Portanto, hoje por aqui é DIA DE FESTA e como tal, vamos brindar os nossos visitantes com PASSATEMPOS!!!!! Estejam atentos, porque eles irão surgir ao longo do dia!!


By Vasco

Não estou neste blog há 6 anos, claro, caso contrário muito provavelmente ele já não existiria, mas estou há algum tempo. Pois, foi a Paula que me convidou porque lá achou que eu teria as qualidades necessárias para me juntar a ela. Tão enganadinha que andou a mulher. Andou, sim, porque a esta hora já deve estar bem arrependida.

Adiante.

Com o Viajar pela Leitura aprendi uma série de coisas:
1) Não sei colocar etiquetas nos meus posts;
2) O pessoal de algumas editoras é uma simpatia;
3) A Paula é persistente (concluam o que quiserem);
4) As sapatarias dos Açores não vendem as marcas "Mel" e "Melissa";
5) Os chocolates de uma marca açoriana são de ir ao céu;
6) O gosto literário da Paula é bipolar;
7) A Paula é resmungona e tem um certo gosto em falar num modo autoritário;
8) Não me vejo noutra casa que não esta;
9) Há seguidores que são uma delícia;
10) A Paula torna-se impaciente quando não se responde às suas questões num espaço de 3 segundos.

Agora, venham lá os passatempos que o pessoal quer ler.
Opinião:
Conheço o Altino há muitos anos, já tivemos até oportunidade de trabalhar em equipa. Sempre o considerei uma pessoa dinâmica, cheio de energia e iniciativa. O gosto pelos livros, já sabia que ele tinha, pelas vezes que trocámos opiniões sobre os mesmos. No entanto, o que eu não sabia, era que o Altino escrevia! De maneira que, quando vi a data de lançamento desta obra fiquei muito curiosa!
A primeira frase que lemos, ao abrirmos o livro, é algo com muito significado…

“Sou tu que me lês…”

A obra abandona o autor e passa a fazer parte do leitor… Para mim, foi importante ler isso, tocou-me de certa forma.
É certo e sabido que a obra terminada é um pouco de quem lê, mas ler esta frase trouxe-me um sorriso e no final da leitura confirmei essa certeza, essa afirmação “Sou tu que me lês…” Pois esta obra espelha um pouco de todos nós, dos nossos sentimentos, dificuldades, pensamentos e vitórias.
“Por favor compra-me estes poemas” nasce, tal como o título indica, da necessidade não só de dar a conhecer a escrita do autor, a sua arte, mas também da necessidade de vender! O Altino foi confrontado com algumas barreiras que se impuseram na sua vida (bem como na vida de  muitos portugueses) que o fez mergulhar em si,  nos seus escritos guardados há muito, e dar a conhecer ao mundo a sua capacidade artística!
Os poemas estão ilustrados com desenhos que revelam a idade da inocência. Foram feitos pelos seus filhos, desenhos espontâneos, ausentes de palavras que comunicam e complementam os poemas com as suas formas e cores!

Altino, desejo-te tudo de bom e que o teu livro continue a fazer sucesso como sei que tem feito! A tua escrita merece ser divulgada e a tua força também!

Blogger Templates by Blog Forum