Mai Jia

Sabem quem é este?


É o Mai Jia!

Não conhecem o homem?
Nem eu.

Mas escreveu este livro:


E não é que eu até gostava de o ler?
Dizia-se, antigamente, que quem não sabia jogar futebol, ou seja, o mais fraco dos fracos, ia à baliza. Também se usavam expressões como "o perneta vai baliza" ou "o gordo vai à baliza".


Descobri hoje, ao acordar, que eu era mais fraco do que o mais fraco dos fracos.
É que... como direi... eu nem sequer ia à baliza!


Fui uma vez e disseram que eu parecia uma pomba com medo de partir uma asa.


Claro que eu era mais novo do que aqueles marmanjões todos.
Mas...
Meus senhores e minha senhoras... eu fui vitima de FuteBullying!


A parte má é que, talvez por causa disto, possuo um desequilíbrio mental e emocional perfeitamente evidente com quem lida comigo.
A parte boa é que, como o mal foi cortado pela raiz, não andei pelos distritais a pensar que era o Maradona e a dar cabo dos joelhos. Hoje em dia, possuo um belo par de pernas sem qualquer cicatriz fruto de uma operação aos ligamentos cruzados.
Hoje, temos como convidado da nossa rubrica Eric Frattini.

Eric Frattini foi correspondente no Médio Oriente e residiu em Beirute e Jerusalém. É autor de mais de uma vintena de ensaios, entre os quais se conta Os Papas e o Sexoe o recente Mossad. A sua obra foi traduzida para várias línguas e editada em 47 países.
Realizador e guionista de dezenas de documentários de investigação para as principais cadeias espanholas de televisão, colabora assiduamente em diferentes programas de rádio e TV. Ministra frequentemente cursos e conferências sobre segurança e terrorismo islâmico a várias forças policiais, de segurança e inteligência de Espanha, Grã-Bretanha, Portugal, Roménia e Estados Unidos.
Ouro do Inferno é o seu terceiro romance. Os anteriores, El Quinto Mandamiento e O Labirinto de Água, foram ambos traduzidos para 14 línguas.*

O Eric, respondeu ao nosso convite de forma diferente, não mencionou apenas “O Livro”, mas vários livros para com os quais tem um carinho especial.
Aqui ficam os títulos escolhidos



Hola Paula
El Arpa de Hierba y A Sangre Fría de Truman Capote, Querelle de Brest de Jean Genet Taipi de Hermann Melville, Expedicion KonTiki de Thor Heyerdahl, Aventuras de tres rusos y tres ingleses en el África Austral de Julio Verne.


* informação retirada da Wook

Promoções #46

Amanhã há...


Aproveitem para comprarem livros dos nossos amigos!







Saiu um novo concurso literário promovido pela autarquia de Espinho.

Saibam mais aqui!
O Vasco ofereceu aqui dois livros a quem acertasse (ou quase acertasse) na posição que ele havia ficado na maratona de Madrid!!
Mas só para ser do contra, vou oferecer um livro a cada um que tentou!! Sim, também vou oferecer a quem já ganhou um livro do Vasco ^__^
Os livros não são novos, mas são meus e estão em óptimo estado!!

Bjocas a todos e só para confirmarem os nomes são:

Bela, Maria João, Aida Silva, Mary Batalha, Telma Sofia!!

Agora só têm de enviar as vossas moradas para o mail do blogue.
Bom dia e já estamos em Maio!!!!


Este mês e com o apoio da Editorial Presença, temos para oferecer um exemplar (em sorteio) da obra de Yann Martel "As Altas Montanhas de Portugal"




As Altas Montanhas de Portugal leva-nos numa viagem pelo Portugal do século passado que é também uma viagem interior.

Na Lisboa de 1904, um jovem chamado Tomás descobre um diário antigo onde é mencionado um artefacto extraordinário que poderá redefinir a história. Ao volante de um dos primeiros automóveis da Europa, Tomás aventura-se pelo país em busca deste objeto invulgar.

Trinta e cinco anos depois, em Bragança, um patologista, leitor voraz dos romances de Agatha Christie, vê-se enredado num mistério que é consequência da demanda que Tomás levara a cabo.

Décadas mais tarde, um senador canadiano refugia-se numa aldeia no Norte de Portugal após a morte da mulher. Com ele traz um companheiro invulgar: um chimpanzé. E eis que é desvendado por fim um mistério com cem anos.

As Altas Montanhas de Portugal é um romance original e empolgante que explora com mestria questões prementes da condição humana.

Ficam as regras, para relembrar...

A cada participante é atribuído um ou vários números dependendo do nº de segundas que participam. Por exemplo, se um participante comentar nas 4 segundas, é atribuído a este participante 4 números, se participar apenas numa segunda, só será atribuído um nº.
São os números que vão a sorteio.
O vencedor, será anunciado sempre na segunda-feira do mês seguinte. 
Os participantes têm de estar atentos, para que depois possam enviar a sua morada para o mail do viajar. Se não o fizerem no prazo máximo de um mês, deixam de ter direito ao livro ganho.
A partir de 2015, o envio dos livros é feito apenas para Portugal Continental e Ilhas.

Nós por aqui estamos a ler...


E vocês, o que estão a ler??

E agora chegou o momento de revelar quem ganhou o livro do mês de Abril!!!!
E o vencedor é...

Rui Miguel

Parabéns ao vencedor e boas leituras!!

O Rui vai receber O Livro de Aron


(agora tem de enviar os seus dados para o mail do blogue)

Boa semana a todos!!
Curiosamente, há 10 e há 20 anos quem liderava a lista era a mesma senhora:

Mary Higgins Clark.

Há 30 anos, com "The Bourne Supremacy", uma história que conheço muito bem porque vi os filmes vezes e vezes sem conta apesar de nunca ter lido os livros, este homem era o mais lido nos EUA:

Robert Ludlum.
Chegou à minha caixa de correio este desafio.


Alguém quer concorrer?
Quem quiser que me envie um e-mail para vos reencaminhar o regulamento!
Boa sorte!
É só para avisar que:

David Carreira tem 766.165 gostos na sua página de fãs.
Tony Carreira tem, por sua vez, 732.614 seguidores.
Enquanto que Mikael Carreira tem 695.078 likes no facebook.


Para o que é que isso interessa?
Para nada.
Mas achei que vocês iam gostar de saber.

Flying Books

Flying Books.
Uma obra da autoria de Christian Boltanski, em homenagem a Borges, que decorreu há alguns anos em Buenos Aires.

no Centro Nacional de la Música;

na antiga Biblioteca Jose Luis Borges;

na Noche de los Museus.
Não podia deixar de divulgar este livro...

Título   As Altas Montanhas de Portugal
Autor   Yann Martel
Chancela   Editorial Presença
Nr. de Páginas   272


Sinopse
Na Lisboa de 1904, um jovem chamado Tomás descobre um diário antigo onde é mencionado um artefacto extraordinário que poderá redefinir a história. Ao volante de um dos primeiros automóveis da Europa, Tomás aventura-se pelo país em busca deste objeto invulgar. Trinta e cinco anos depois, em Bragança, um patologista, leitor voraz dos romances de Agatha Christie, vê-se enredado num mistério que é consequência da demanda que Tomás levara a cabo. Décadas mais tarde, um senador canadiano refugia-se numa aldeia no Norte de Portugal após a morte da mulher. Com ele traz um companheiro invulgar: um chimpanzé. E eis que é desvendado por fim um mistério com cem anos.
As Altas Montanhas de Portugal é um romance original e empolgante que explora com mestria questões prementes da condição humana. Cheio de humor e surpresas, leva-nos numa viagem pelo Portugal do século passado que é também uma viagem interior


Sobre o autor
Nascido em Espanha, em 1963, mas naturalizado canadiano, o Booker Prize vendeu mais de três milhões de cópias nos Estados Unidos, e viu A Vida de Pi ser publicada em 41 países e figurar como bestseller do New York Times por mais de um ano. A Vida de Pi foi o primeiro livro de Yann Martel a ser editado em Portugal pela Difel, em 2003. A partir de 2010, a Presença torna-se detentora dos direitos para publicação de Beatriz e Virgílio e A Vida de Pi.

Mais informações aqui!

Trainspotting 2

Pára tudo!!!

Ouvi dizer que estão a pensar em filmar o Trainspotting 2!


Grande Ewan! És o maior!

Transpotting, baseado no livro de Irvine Welsh e realizado por Danny Boyle (que mostrou ao mundo a sua genialidade), marcou-me como poucos filmes o fizeram.

Viram-no?


Hoje lembrei-me disto #9

Cresci com esta imagem.


Quando era miúdo pensava que isto era uma escultura qualquer.
Tratava-se da proa de Jacob Maersk, um petroleiro naufragado junto ao porto de Leixões, carregado com 88.000 toneladas de petróleo.
Por lá ficou, em frente ao Castelo do Queijo, entre Matosinhos e Porto, durante 20 anos.


Na altura do acidente podia ver-se o fumo resultante das chamas desde Viana do castelo a Aveiro e, posteriormente, 50 kms de costa ficaram poluídos.

Depois de o corpo estranho se ter plantado naquela zona passou a ser um ícone. E muita gente, assim como eu, teve pena da remoção dos destroços.
Anteontem desafiei o pessoal a tentar adivinhar a minha posição na Maratona de Madrid, uma das mais duras que existem.

Como dei 50 lugares de tolerância vou oferecer dois livros em vez de um: um exemplar à primeira seguidora que deixou o comentário com a tal tolerância e outro à primeira que comentou a posição exacta.

Sim, fiquei no 1205º lugar.


As vencedoras são:

Bela
Maria João

Parabéns a ambas!

Receberão duas das mais recentes novidades dos últimos tempos:


Com:


Nós somos assim!
Surpreendemos quando menos se espera!

Meninas, enviem-me as vossas moradas para o meu e-mail em "Contacto".

Link do passatempo aqui!

Blogger Templates by Blog Forum