Novembro já chegou, estamos quase quase no Natal!!


Este mês, com o apoio da Editorial Presença, temos para oferecer em passatempo, um exemplar da obra "O Bloco das Crianças" de Otto B. Kraus
Para participarem, basta que leiam as regras.


Um romance autobiográfico sobre o bloco das crianças no campo de Auschwitz-Birkenau, da autoria de um sobrevivente do holocausto. Dormíamos num beliche para quatro pessoas mas, em alturas de sobrelotação, éramos sete e por vezes oito de cada vez. Havia tão pouco espaço que, quando um de nós precisava de aliviar a pressão no corpo, tínhamos todos de nos virar num emaranhado de pernas, peitos e barrigas ocas como se fôssemos uma criatura com vários membros, um deus hindu ou uma centopeia.
Desenvolvemos uma relação de intimidade, não só física, mas também mental porque sabíamos que, embora não tivéssemos saído todos do mesmo útero, iríamos certamente morrer juntos.
Alex Ehren é um poeta, prisioneiro e professor no bloco 31 de Auschwitz-Birkenau, o bloco das crianças. Ele passa os dias a esforçar-se por sobreviver enquanto dá aulas ilegalmente às crianças do seu grupo, tentando protegê-las o melhor que pode dos horrores inconcebíveis do campo. Mas tentar ensinar as crianças não é a única atividade ilegal em que Alex está envolvido. Ele escreve um diário...
O romance autobiográfico de Otto Kraus, um sobrevivente do holocausto, foi originalmente publicado com o título The Painted Wall. Narra a história verídica de várias centenas de crianças judias que viveram no campo de Auschwitz-Birkenau entre 1943 e 1944.

Regras de participação:
A cada participante é atribuído um ou vários números dependendo do nº de segundas que participam. Por exemplo, se um participante comentar nas 4 segundas, é atribuído a este participante 4 números, se participar apenas numa segunda, só será atribuído um nº. 
São os números que vão a sorteio. 
O vencedor, será anunciado sempre na segunda-feira do mês seguinte. 
Os participantes têm de estar atentos, para que depois possam enviar a sua morada para o mail do viajar. Se não o fizerem no prazo máximo de um mês, deixam de ter direito ao livro ganho. 
O envio dos livros é feito apenas para Portugal Continental e Ilhas

Nós por aqui estamos a ler...

 

E vocês o que estão a ler?





O lançamento foi no dia 5 de Novembro, uma boa prenda de Natal para os mais novos…


Sinopse:
«Não é fácil ser criança. E ninguém sabe isso melhor do que o Greg Heffley, que se vê aprisionado na escola preparatória, onde fracotes minorcas dividem os corredores com miúdos mais altos e malvados que já fazem a barba.
Em "O Diário de um Banana", o autor e ilustrador Jeff Kinney apresenta-nos um herói improvável. Como o Greg diz no seu diário:
Não esperem que eu me ponha para aqui com "Querido Diário" isto e "Querido Diário" aquilo. Felizmente para nós, o que o Greg diz e o que realmente faz são duas coisas muito diferentes.»
Este livro é o 14.º volume da série "O Diário de um Banana", a coleção infanto-juvenil mais vendida em Portugal.


Críticas:
«O mundo está louco pela coleção O Diário de um Banana e pelo Jeff Kinney!» The Sun

«Jeff Kinney está no topo, juntamente com J. K. Rowling, dos autores infantojuvenis mais bem-sucedidos do mundo.» The Independent

«Hilariante!» The Telegraph

Novembro já chegou, estamos quase quase no Natal!!


Este mês, com o apoio da Editorial Presença, temos para oferecer em passatempo, um exemplar da obra "O Bloco das Crianças" de Otto B. Kraus
Para participarem, basta que leiam as regras.


Um romance autobiográfico sobre o bloco das crianças no campo de Auschwitz-Birkenau, da autoria de um sobrevivente do holocausto. Dormíamos num beliche para quatro pessoas mas, em alturas de sobrelotação, éramos sete e por vezes oito de cada vez. Havia tão pouco espaço que, quando um de nós precisava de aliviar a pressão no corpo, tínhamos todos de nos virar num emaranhado de pernas, peitos e barrigas ocas como se fôssemos uma criatura com vários membros, um deus hindu ou uma centopeia.
Desenvolvemos uma relação de intimidade, não só física, mas também mental porque sabíamos que, embora não tivéssemos saído todos do mesmo útero, iríamos certamente morrer juntos.
Alex Ehren é um poeta, prisioneiro e professor no bloco 31 de Auschwitz-Birkenau, o bloco das crianças. Ele passa os dias a esforçar-se por sobreviver enquanto dá aulas ilegalmente às crianças do seu grupo, tentando protegê-las o melhor que pode dos horrores inconcebíveis do campo. Mas tentar ensinar as crianças não é a única atividade ilegal em que Alex está envolvido. Ele escreve um diário...
O romance autobiográfico de Otto Kraus, um sobrevivente do holocausto, foi originalmente publicado com o título The Painted Wall. Narra a história verídica de várias centenas de crianças judias que viveram no campo de Auschwitz-Birkenau entre 1943 e 1944.

Regras de participação:
A cada participante é atribuído um ou vários números dependendo do nº de segundas que participam. Por exemplo, se um participante comentar nas 4 segundas, é atribuído a este participante 4 números, se participar apenas numa segunda, só será atribuído um nº. 
São os números que vão a sorteio. 
O vencedor, será anunciado sempre na segunda-feira do mês seguinte. 
Os participantes têm de estar atentos, para que depois possam enviar a sua morada para o mail do viajar. Se não o fizerem no prazo máximo de um mês, deixam de ter direito ao livro ganho. 
O envio dos livros é feito apenas para Portugal Continental e Ilhas

O vencedor da rubrica de Outubro é...
CB

E vai receber o livro


CB tens a partir de hoje 30 dias para enviares os teus dados para o mail do blogue ligialeituras@gmail.com


Nós por aqui estamos a ler...

 

E vocês o que estão a ler?





Sinopse:
E se nós não fossemos nada mais do que personagens de um grande romance intitulado ”A Humanidade”?
Neste terceiro episódio da série ”As aventuras de Azakis and Petri” os nossos dois adoráveis habitantes de Nibiru enfrentam uma terrível ameaça do espaço profundo. Novamente, no entanto, a sua força e incrível tecnologia podem não ser suficientes. E se a ajuda viesse de uma fonte totalmente inesperada? Reviravoltas, revelações e reinterpretações de eventos e incidentes históricos manterão o leitor preso ansiosamente até a última linha deste romance.

Para mais informações e ler as primeiras páginas do livro, consultar aqui.


Este mês, com o apoio da Editorial Presença, temos para oferecer em passatempo na rubrica "Its Monday! What Are You Reading" um exemplar de O Colecionador de Quadros Perdidos de Fabio Delizzos.
Para participarem, basta lerem as regras!


Sinopse:

O mercador de arte ao serviço do duque Cosimo De' Medici anda em busca de pinturas consideradas heréticas pela inquisição. Crimes diabólicos estão a ser perpetrados na cidade eterna durante o conclave.
Quem se esconde por trás do pintor maldito conhecido como anónimo? Roma, maio, 1555. Raphael Dardo, agente secreto e mercador de arte ao serviço de Cosimo de’ Medici, recebe uma missão: apropriar-se de obras de arte que a Inquisição considerou heréticas, antes que estas sejam destruídas. É isso que o traz a Roma, nos dias em que a Cidade Eterna aguarda ansiosamente a eleição de um novo papa. Ao regressar de uma das suas rondas em busca de pinturas, Raphael assiste a uma cena macabra: o corpo sem vida de uma jovem está a ser retirado do rio Tibre.
O seu rosto, de uma enorme beleza, é bem conhecido na cidade, porque a rapariga posara como modelo para vários pintores famosos. O Santo Ofício está convencido de que a pessoa responsável por este assassinato é um artista misterioso e insociável, cujas pinturas são tidas como obra do diabo. Ninguém lhe conhece o rosto, mas toda a gente o trata por o Anónimo.
Por entre mosteiros e bordéis, tabernas e labirintos subterrâneos, Raphael Dardo começa a seguir o rasto do pintor maldito, conhecendo pelo meio mulheres diabólicas, artistas loucos, colecionadores extravagantes e hereges satânicos. Mas rapidamente se vê emaranhado em algo bem mais perigoso do que previa. Quem é o Anónimo? E por que motivo todos o perseguem?

Regras do passatempo:

A cada participante é atribuído um ou vários números dependendo do nº de segundas que participam. Por exemplo, se um participante comentar nas 4 segundas, é atribuído a este participante 4 números, se participar apenas numa segunda, só será atribuído um nº. 
São os números que vão a sorteio. 
O vencedor, será anunciado sempre na segunda-feira do mês seguinte. 
Os participantes têm de estar atentos, para que depois possam enviar a sua morada para o mail do viajar. Se não o fizerem no prazo máximo de um mês, deixam de ter direito ao livro ganho. 
O envio dos livros é feito apenas para Portugal Continental e Ilhas. 

Por aqui estamos a ler...

E vocês o que estão a ler este mês de Outubro?

Curiosidades do Instagram!!!


Muitoooo curiosa!!!



*Retirado do Instagram @joao_tordo

Nas livrarias a 24 de Outubro!


Este mês, com o apoio da Editorial Presença, temos para oferecer em passatempo na rubrica "Its Monday! What Are You Reading" um exemplar de O Colecionador de Quadros Perdidos de Fabio Delizzos.
Para participarem, basta lerem as regras!


Sinopse:

O mercador de arte ao serviço do duque Cosimo De' Medici anda em busca de pinturas consideradas heréticas pela inquisição. Crimes diabólicos estão a ser perpetrados na cidade eterna durante o conclave.
Quem se esconde por trás do pintor maldito conhecido como anónimo? Roma, maio, 1555. Raphael Dardo, agente secreto e mercador de arte ao serviço de Cosimo de’ Medici, recebe uma missão: apropriar-se de obras de arte que a Inquisição considerou heréticas, antes que estas sejam destruídas. É isso que o traz a Roma, nos dias em que a Cidade Eterna aguarda ansiosamente a eleição de um novo papa. Ao regressar de uma das suas rondas em busca de pinturas, Raphael assiste a uma cena macabra: o corpo sem vida de uma jovem está a ser retirado do rio Tibre.
O seu rosto, de uma enorme beleza, é bem conhecido na cidade, porque a rapariga posara como modelo para vários pintores famosos. O Santo Ofício está convencido de que a pessoa responsável por este assassinato é um artista misterioso e insociável, cujas pinturas são tidas como obra do diabo. Ninguém lhe conhece o rosto, mas toda a gente o trata por o Anónimo.
Por entre mosteiros e bordéis, tabernas e labirintos subterrâneos, Raphael Dardo começa a seguir o rasto do pintor maldito, conhecendo pelo meio mulheres diabólicas, artistas loucos, colecionadores extravagantes e hereges satânicos. Mas rapidamente se vê emaranhado em algo bem mais perigoso do que previa. Quem é o Anónimo? E por que motivo todos o perseguem?

Regras do passatempo:

A cada participante é atribuído um ou vários números dependendo do nº de segundas que participam. Por exemplo, se um participante comentar nas 4 segundas, é atribuído a este participante 4 números, se participar apenas numa segunda, só será atribuído um nº. 
São os números que vão a sorteio. 
O vencedor, será anunciado sempre na segunda-feira do mês seguinte. 
Os participantes têm de estar atentos, para que depois possam enviar a sua morada para o mail do viajar. Se não o fizerem no prazo máximo de um mês, deixam de ter direito ao livro ganho. 
O envio dos livros é feito apenas para Portugal Continental e Ilhas. 

Por aqui estamos a ler...

E vocês o que estão a ler este mês de Outubro?

Domingos!

 


Domingo...
Domingo é daqueles dias que não devemos fazer nada!! Apenas ler, beber chá ou uma chávena de café... preguiçar, um pouco de TV, nomeadamente Netflix para os viciados -_-
Pijama todo o santo dia...


Eu estou a ver Sete Anos no Tibet e obviamente também estou a ler :)

Ficam então as minhas sugestões...

O livro



O Filme



Os Irmãos Karamazov

Há algum tempo que não pego num escritor russo! 
De Dostoiévski li Crime e Castigo e diga-se, é uma excelente obra! Foi o meu primeiro contacto com a literatura russa. Não foi fácil, porque os nomes dos personagens confundiam-me constantemente! Mas depois apaixonamo-nos pois a escrita é fenomenal, a caracterização dos personagens, as mensagens subentendidas... nada é feito ao acaso! Tudo tem um propósito! Tenho um volume de "Os Irmãos Karamázov" talvez pegue nele brevemente :)

Andar? Não Me Custa Nada!


Andar? Não me custa nada!...
Mas estes passos que dou
Vão alongando uma estrada
Que nem sequer começou.

Andar na noite?! Que importa?...
Não lenho medo da noite
Nem medo de me cansar;
Mas na estrada em que vou.
Passo sempre a mesma poria...
E começo a acreditar
No mau feitiço da estrada:
Que se ela não começou
Também não foi acabada!

Só sei que, neste destino,
Vou atrás do que não sei...
E já me sinto cansada
Dos passos que nunca dei.


Natália Correia



Opinião:

No início do ano, iniciei A Montanha Mágica de Thomas Mann, mas em vez de ser em livro físico, foi audio book. Nas minhas caminhadas, lá ia eu acompanhada de Thomas Mann e, confesso, que isto também me deu motivação para não faltar ao exercício. Quero dizer-vos que possuo o livro e sempre que quis voltar a algum assunto, lá pegava na obra. O audio book que ouvi é brasileiro, mas o texto está rigorosamente idêntico à obra publicada pela D. Quixote! 

Thomas Mann, apresenta-nos no início do seu magnífico livro Hans Castorp, um jovem que enquanto criança passou por bastantes mudanças familiares, ficou órfão muito cedo, sendo criado por um tutor que se preocupava com ele. Enquanto adulto, o trabalho não o cativa "é que em relação ao trabalho nutria o maior dos respeitos, não obstante sentia que o mesmo lhe provocava um leve cansaço". Cedo Settembrini, define a Pátria de Hans como a cerveja, o tabaco e a música.

Durante toda a obra, Thomas Mann utiliza uma escrita bastante irónica, sarcástica e muito crítica. Aliás, no início e no final, o autor deixa bem claro que esta, apesar de ser a estória de Hans Castorpe, é mais do que isto. Esta é a História que utilizou Hans para ser contada. No fundo, aqui o que interessa são os relatos, as críticas que Thomas faz em relação a tudo do que fala, o objectivo é dissertar sobre inúmeras questões relativas ao período anterior à I Guerra Mundial. Esta crítica é feita através e pela voz de inúmeras personagens que povoam a montanha mágica, mais propriamente o sanatório em Davos na Suiça. É neste sanatório que Hans vai visitar o primo por um periodo de 3 semanas, no entanto, acaba por lá ficar 7 anos. Sete anos "nem longos nem breves" isto porque na montanha o tempo é relativo, uma vez lá o tempo é esquecido e aquela passa a ser a pátria dos que lá vivem!
No sanatório, deparamo-nos com uma pluralidade de personagens vindas de várias partes do mundo e é desta forma e através deles que Thomas Mann fala sobre o humanismo, a razão as Cièncias... são 800 páginas de crítica social, cientifica, política. Confesso que achei certos relatos densos, mas para outros leitores estes serão deliciosos! Não é uma obra fácil, mas é uma obra que vale a pena ser lida!

Podem ainda ler uma excelente opinião a esta obra aqui

Gostava de ler...




São precisas duas pessoas para criar uma mentira, aquela que a conta e aquela que acredita.
Delia Hopkins tinha seis anos quando o pai a deixou ser sua assistente num espetáculo de magia. " Aprendi muito nessa noite… Que as pessoas não se evaporam no ar".

Uma lição que agora, já adulta, confirma todos os dias: a profissão de Delia, na verdade, é encontrar pessoas desaparecidas com a ajuda do seu cão fiel. Gosta do trabalho e também da vida que leva. 

Apesar de ter perdido a mãe quando ainda era criança, foi criada pelo pai com amor e agora está prestes a casar com o companheiro com quem vive há muito tempo e de quem tem uma filha. Mas, na véspera do casamento uma coisa inesperada e chocante acontece: o seu pai é preso pela polícia sob a acusação de ter raptado Delia à mãe que esta julga ter morrido num acidente de automóvel.

Numa dramática inversão de situações e de emoções, privada das suas certezas e do seu passado, Delia inicia uma busca dolorosa da verdade que lhe escapa, porque cada um tem a sua verdade, e porque às vezes amar e proteger uma pessoa também pode obrigar a mentir...

Realy? Please!




A Porto Editora "mudou" a capa, mas o conteúdo mantém-se!


SINOPSE
Muito mais do que uma Agenda: anedotas e curiosidades; passatempos e prémios; conselhos de beleza; contos; culinária; decoração do lar; diários; elegância feminina; etiqueta; ginástica feminina; jogos; planning; signos do Zodíaco

Agenda Doméstica 2020 será, sem dúvida, a companheira ideal para o seu dia a dia.

Nela encontrará:
• Design prático e atrativo, para registar o que é importante.
• Receitas de culinária, do prato mais simples à ementa mais requintada.
Conselhos de beleza, ginástica, elegância feminina e noções de etiqueta.
• Registo dos feriados municipais e demais dias festivos.
• Passatempos com aliciantes prémios.



E começa uma pessoa a passear pela Wook e encontra verdadeiras pérolas!




Este mês, com o apoio da Editorial Presença, temos para oferecer em passatempo na rubrica "Its Monday! What Are You Reading" um exemplar de O Colecionador de Quadros Perdidos de Fabio Delizzos.
Para participarem, basta lerem as regras!


Sinopse:

O mercador de arte ao serviço do duque Cosimo De' Medici anda em busca de pinturas consideradas heréticas pela inquisição. Crimes diabólicos estão a ser perpetrados na cidade eterna durante o conclave.
Quem se esconde por trás do pintor maldito conhecido como anónimo? Roma, maio, 1555. Raphael Dardo, agente secreto e mercador de arte ao serviço de Cosimo de’ Medici, recebe uma missão: apropriar-se de obras de arte que a Inquisição considerou heréticas, antes que estas sejam destruídas. É isso que o traz a Roma, nos dias em que a Cidade Eterna aguarda ansiosamente a eleição de um novo papa. Ao regressar de uma das suas rondas em busca de pinturas, Raphael assiste a uma cena macabra: o corpo sem vida de uma jovem está a ser retirado do rio Tibre.
O seu rosto, de uma enorme beleza, é bem conhecido na cidade, porque a rapariga posara como modelo para vários pintores famosos. O Santo Ofício está convencido de que a pessoa responsável por este assassinato é um artista misterioso e insociável, cujas pinturas são tidas como obra do diabo. Ninguém lhe conhece o rosto, mas toda a gente o trata por o Anónimo.
Por entre mosteiros e bordéis, tabernas e labirintos subterrâneos, Raphael Dardo começa a seguir o rasto do pintor maldito, conhecendo pelo meio mulheres diabólicas, artistas loucos, colecionadores extravagantes e hereges satânicos. Mas rapidamente se vê emaranhado em algo bem mais perigoso do que previa. Quem é o Anónimo? E por que motivo todos o perseguem?

Regras do passatempo:

A cada participante é atribuído um ou vários números dependendo do nº de segundas que participam. Por exemplo, se um participante comentar nas 4 segundas, é atribuído a este participante 4 números, se participar apenas numa segunda, só será atribuído um nº. 
São os números que vão a sorteio. 
O vencedor, será anunciado sempre na segunda-feira do mês seguinte. 
Os participantes têm de estar atentos, para que depois possam enviar a sua morada para o mail do viajar. Se não o fizerem no prazo máximo de um mês, deixam de ter direito ao livro ganho. 
O envio dos livros é feito apenas para Portugal Continental e Ilhas. 

Por aqui estamos a ler...

E vocês o que estão a ler este mês de Outubro?

CLÁSSICOS

Um dos meus clássicos preferidos!




Qual é o teu?

Blogger Templates by Blog Forum