Sinopse:
Não podes parar o futuro, nem voltar atrás ao passado. A única maneira de perceberes o mistério... é carregando no play.

Clay Jensen não quer ter nada a ver com as cassetes gravadas por Hannah Baker. Hannah está morta. Os seus segredos foram enterrados com ela.

Mas a voz de Hannah diz a Clay que o nome dele está gravado naquelas cassetes e que ele é, em parte, responsável pela sua morte.

Clay ouve as gravações ao longo da noite. Ele segue as palavras gravadas de Hannah pela pequena cidade onde vive… e o que descobre muda a sua vida para sempre.




Citações
·         «Os leitores não vão conseguir parar de ler.» | Publishers Weekly
·         «Misterioso, belo e devastador.» | Chicago Tribune
·         «Brilhante e inesquecível.» | Kirkus Review
·         «Lê-se como um thriller de ritmo intenso.» | New York Times
·         «Pleno de suspense, uma leitura viciante.» | Entertainment Weekly
·         «Arrepiante, belo, avassalador.» | Chigado Tribune


Por Treze Razões é um romance intenso e sempre atual, adaptado a minissérie pela Netflix



Opinião:
 Este é um daqueles livros que chegado o fim da sua leitura, deixa-nos por muito tempo a pensar, e mesmo aos que não são pais, causa algum desconforto e impotência.
Ao longo do livro, vamos sentido o drama de Hannah. Hannah suicidou-se, mas antes disso deixou sete cassetes gravadas, com as treze razões/responsáveis pela sua morte. Assim vamos sabendo como tudo começou, e sentido o efeito bola de neve. Entretanto  sentimos medo e impotência, porque a personagem a partir de um determinado momento,  já nem tenta  mudar o curso da sua vida, e arranja mais motivos para lhe pôr fim.
É um tema assustador… frequentemente vemos nos noticiários a violência do bulling… violência física. E a violência psicológica??? Antes da violência física, o quanto psicologicamente essa criança/jovem já está afetado e há quanto tempo?? Qual o seu desespero e impotência, por não conseguir mudar a situação?
Hannak também sofre de bulling… mas psicológico (talvez tão ou mais violento que o físico)… aqui vemos como o ser humano por vezes é tão mau e mesquinho… como é que é possível denegrir-se a imagem de alguém mentindo, só para chamarem a atenção e serem bem vistos pelos outros??
E os pais?? Como ficam os pais?? Hannah escondeu sempre, para não os fazer sofrer… mas acabando por os fazer sofrer da pior forma...

Recomendo a leitura deste livro, tanto a adolescentes, como a adultos.

Podem ver algumas pequenas partes desta mini-série, para aguçar a vontade de lerem este livro. Aqui, aqui e aqui.



Também podem ler uma pequena análise da mini-série aqui.

2 comentários:

    On 11 maio, 2017 Paula disse...

    Cá em casa, a minha filha mais velha já leu e a mais nova optou por ver a série no netflix. Acho que vou ler o livro. lembro-me quando a 1ª edição deste livro foi lançada pela Presença. Eu adorava a capa, era azul e tinha uma cassete de rádio :)
    Penso que a Estante de Livros na altura leu e deu a sua opinião. Já foi há alguns aninhos ^_^
    Bjs

     
    On 11 maio, 2017 Lígia disse...

    Vou procurar e ler a opinião da "Estante de Livros", fiquei curiosa. :)
    Quando estive a pesquisar sobre este livro, lembro-me de ver essa capa de que falas.
    Beijinhos

     

Blogger Templates by Blog Forum