Sinopse:
Paris, 1883. Oscar Wilde visita a cidade decadente para descobrir os seus encantos, reatar a amizade com a divina Sarah Bernhardt e colaborar com o mais famoso homem do mundo do espectáculo, Edmond la Grange.Oscar descobre os negros segredos que envolvem a companhia teatral de La Grange e é confrontado com crimes bizarros. Para deslindar o mistério e descobrir o assassino, Oscar arrisca a sua vida — e a sua reputação — embarcando numa perigosa aventura que o leva dos boémios clubes nocturnos a um asilo de loucos, de um duelo nos Buttes de Chamont aos portões da prisão de Reading.
.
A minha opinião:
Um livro espectacular!
Um livro que reúne vários elementos que nos fazem prender à sua leitura, que por sua vez se vai tornando compulsiva à maneira que vamos avançando. São estes elementos: o suspense, o humor (requintado de Wilde), a curiosidade, a aventura, o medo e como se isso não bastasse para nos fixar ao livro, ainda temos um leque de personagens interessantes do mundo da literatura como o Óscar Wilde, Arthur Conan Doyle, Emile Zola …
Há ainda referência à prisão de Reading. Onde o próprio Óscar Wilde esteve preso e onde escreveu a famosa carta ao jovem Bosie – De Profundis.
A história, centra-se essencialmente na Companhia Teatral de La Grange. Onde Wilde em conjunto com La Grange ajuda a traduzir a famosa peça de Shakespeare “Hamlet”.
Durante as traduções, ensaios e todos os outros acontecimentos, vamos dando conta de como o teatro e os artistas eram vistos pela França em 1890. Todo o cuidado com os escândalos era pouco, pois “na França respeitável, o teatro era intolerável”!
Assim e perante tudo o que envolve o teatro, os artistas e a família La Grange, Wilde torna-se uma peça fundamental capaz de desvendar todos os enigmas de forma genial!
Este é um livro que nos dá a conhecer algumas facetas da vida de Wilde, o seu estilo excêntrico, livre, sensível, sonhador e principalmente amante da vida.
“Quero provar todos os frutos de todas as árvores do jardim do mundo” Este é o lema de Óscar Wilde nesta narrativa e, sem dúvida que também o da sua vida.
.
Um livro que aconselho :)
Classificação 5/7 - Muito Bom

8 comentários:

    Mas que bela opinião!!
    Ainda tenho o 1º desta série por ler... Mas que me despertaste ainda mais a curiosidade, isso sim!

     

    Uma leitura que agrada, diverte e ao mesmo tempo interessante.
    Um abraço

     

    Paula...

    Bela dica, era um livro que estava procurando a ler, após sua resenha fiquei ainda mais animada!

    Bjus!

     

    Mariane,
    Acho que vais gostar :)
    Abraço

     

    Cara Paula
    ultimamente tenho-me sentido um inculto neste seu blogue, pois apresenta-me autores que nunca li, e pior, alguns dos quais nunca ouvira falar. Finalmente me surge o Oscar Wilde, que nunca li, mas sobejamente conhecido, e sir Arthur Conan Doyle, que já me deliciou profundamente. Enchi-me de coragem e aqui estão estas palavras, porque o seu blogue faz parte do meu universo bloguistico.
    Um bom fim de semana, festejado carnavalescamente.

     

    Adoro ler... E em seu blog encontrei livros e autores diferentes que fogem do "habitual"
    Amei o blog...
    espero ler alguns dos livros aqui indicados

    bj

     

    Poeta,
    É sempre com muita alegria que o recebo neste cantinho :)
    Quanto ao livro, se quiser passar uma tarde interessante e divertida com Wilde já sabe, é só ir à procura dele para o desfolhar :P
    Um abraço

    May Santos,
    Seja bem vinda ao blogue :)
    Um abraço

     

    Vou ver se leio, não conheço, mas gosto imenso de Oscar Wilde.
    O maravilhoso conto do principe no gelo do Inverno, coberto de folhas de ouro, olhos de safira e lábios de rubi e a andorinha que se sacrifica até à morte para o ajudar...bem foi primeira história que li e me fez - e, sempre, faz ainda hoje- chorar!(com "A Pérola", de Steinbeck). Boa escolha de certeza!

     

Blogger Templates by Blog Forum