"Alice é uma menina de sete anos a quem o pai obriga a frequentar um curso de esqui para se tornar forte e competitiva. Numa manhã de nevoeiro faz chichi nas cuecas ao subir a montanha. Humilhada, esconde-se e tenta descer sozinha, mas perde-se e parte a perna. Fica deitada na neve, à espera de morrer.

Mattia é um rapazinho muito inteligente cuja irmã gémea, Michela, é deficiente. A presença constante da irmã impede-o de ter amigos, porque ninguém quer a companhia dela. Por isso, da primeira vez que são convidados para uma festa de anos, Mattia deixa Michaela num banco de jardim e pede-lhe que espere pelo seu regresso. Nunca mais a encontrará. Estes dois episódios irreversíveis deixarão a sua marca para sempre. E quando estes "números primos" se encontram são como gémeos, que partilham uma dor que mais ninguém pode compreender."


O que eu achei:


A solidão dos números primos é uma história magnífica que retrata a vida de dois jovens, Mattia e Alice, que embora gostando um do outro, seguem vidas diferentes. Tal como os números primos, eles estão perto, mas não o suficiente para ficarem juntos "Mattia achava que ele e Alice eram assim, dois primos gémeos, sós e perdidos, próximos mas não o suficiente para se tocarem realmente".

Paolo Giordano dá-nos a conhecer a vida destes jovens em tom crescente ao longo de vários capítulos. Fala-nos dos personagens desde a sua meninice e por tudo o que passaram nesta faixa etária. Alice sofre um acidente que a marca para toda a vida, por sua vez Mattia, para não ser humilhado pelos amigos causa um dano irreparável na sua família e nele próprio, acontecimentos este que irá expiar ao longo de toda a sua vida.
Alice e Mattia crescem e sentem-se desajustados e inadaptados à sociedade, porém cada um e isoladamente reconhecem que, quando juntos completam-se.
Ao caminharmos para o final, quase que conseguimos antever o desfecho desta história. Porém Paolo Giordano surpreende-nos levando esta metáfora ao auge "A Solidão dos Números Primos".
Um romance que todos devem ler.
Classificação: 5/6 - Muito Bom

10 comentários:

    On 08 abril, 2009 Marta disse...

    vou registar, para uma futura leitura. Feliz Páscoa

     
    On 08 abril, 2009 Betita disse...

    Este é um livro belíssimo!
    Eu adorei, o final entristeceu-me um pouco, mas tinha mesmo de ser assim ;)
    Quantos "Numeros Primos" haverá por aí, né?
    Bjt
    Boas leituras

     

    Gostei muito.

    Tenho anotado o títulos dos livros todos que daqui tenho gostado.

    Beij.O

    Mel

     
    On 09 abril, 2009 Crica disse...

    Prazer, nossa adorei a dica do livro A Solidão dos Números Primos, curti muito seu blog...beijoss

     
    On 11 abril, 2009 Tétis disse...

    Olá Paula

    Este parece ser um livro bem interessante. Mais um que vou registar para leitura posterior.

    Obrigada por toda esta informação e orientação.

    Beijinhos.

     

    Parece-me uma bela história!!!

    Obrigada pela dica e boa Páscoa!

     
    On 12 abril, 2009 flicka disse...

    Tenho, então, que comprar este livrito!!! ;-)*

     
    On 16 abril, 2009 srd disse...

    Ainda não tinha lido nenhuma crítica em relação a este livro, mas andava com alguma curiosidade.
    Vieste confirmar as minhas suspeitas.
    Será um livro a considerar. ;)
    SD

     

    O prazer de ter descoberto mais um blog de literatura.

    Cumprimentos

     

    É sem dúvida um livro que também recomendo. O final não era bem aquele que eu esperava, mas é como dizias, talvez tenha que ter sido assim e depois do que aconteceu fica ao nosso critério imaginar o resto através da liberdade de cada personagem.

    Um abraço.

     

Blogger Templates by Blog Forum