"O narrador, um jovem professor primário, está apaixonado por Sumire, uma rebelde que conheceu na universidade. Um dia, num casamento, Sumire conhece Miu, uma mulher fascinante e misteriosa, de meia-idade, por quem se apaixona loucamente, acabando por se transformar na sua secretária. Partem para a Europa, numa busca que as empurra para uma estranha e mútua descoberta, e também para um desenlace assombroso."

O que eu achei:

Muito bom, este romance de Murakami que retrata os amores platónicos. O professor primário é apaixonado por Sumire que, por sua vez, é apaixonada por Miu, contudo, estas pessoas, sentem-se sós e perdidas perto dos que mais amam, pois nenhum dos personagens é correspondido no seu amor.
Uma leitura triste que caminha a par de uma nostalgia através das ilhas gregas, ao som de Mozart.
É fácil viajarmos com as personagens deste escritor.
Um romance que nos envolve de tal maneira que só sossegamos quando estamos na última página. Bem, “só sossegamos”, não será bem o termo, pois ao estilo de Murakami, mais uma vez, podemos divagar, reflectir e sugerir um final.
Uma leitura que recomendo.

Classificação: 5/6 - Muito Bom

13 comentários:

    Também foi a ideia com que fiquei deste autor. Uma leitura triste mas envolvente.

    Bom fim de semana!

     

    Achei muito interessante a sinopse. Me pareceu um livro profundo e bem atípico, o que me agrada!

    Bjs

     
    On 03 abril, 2009 flicka disse...

    Eu tenho esse livro... tenho que o ler mas, de momento, está nas mãos de uma amiga minha. Gostei ler a tua opinião.
    :)*

    P.S. - Quanto aos prémios que me atribuiste, não estão esquecidos. Um dia destes estarão no meu blog. Obrigada! :)*

     

    olá,tem um Dardos esperando por voc~e no meu blog.Abraços do james.

     
    On 04 abril, 2009 Argos disse...

    Vou confessar uma coisita:
    Já tinha olhado muitas vezes para a capa deste livro mas o título nunca me atraiu de sobremaneira, daí nunca o ter lido.
    Agora, depois ter vindo aqui, mudei de ideia e já sei qual a minha próxima leitura!
    Depois, se me permitir, passo por cá para deixar a minh apreciação.
    Agora deixo o meu obrigado por me fazer mudar de opinião!

    Abraço

     
    On 04 abril, 2009 Paula disse...

    Fernanda e Livros da Bia:
    Sim uma leitura envolvente que retrata os aspectos da solidão.

    Flicka:
    Tens de o ler, sei que vais gostar.

    Argos:
    Será um prazer ter cá a tua apreciação, a cerca do título Argos, não sei se sabes, mas Sputnik quer dizer "Companheiro de viagem" ;)

     

    Parece ser muito interessante. Gosto de ler/escrever sobre amores platônicos. Mais um livro para minha lista!


    Um beij.O



    Mel.

     
    On 07 abril, 2009 María disse...

    Te descubro de casualidad, parece interesante tu blog, saludos.

     

    "Sputnik, meu amor" foi o primeiro livro que li de Haruki Murakami.
    Gostei bastante do enredo marcado pelo mistério, dos espíritos que demarcam-se do corpo vagueando noutras dimensões, da magnetizante miscelânea entre a realidade e a fantasia, a veracidade e o fantástico, o real e o imaginário.
    Também adorei o enigmático final em aberto ... ;)

    Bjinhos

     
    On 13 abril, 2009 Iceman disse...

    Adorei este livro.

    Pessoalmente considero o melhor livro dele.

     
    On 14 abril, 2009 Argos disse...

    Passei por aqui para dizer que já li “Sputnik”.
    Gostei bastante e desde já prometo não voltar a fazer juízos precipitados com base no título!
    Ok, eu confesso: tinha achado o nome um pouco “sentimental”, peço desculpa!

    Abraço

     
    On 15 abril, 2009 Paula disse...

    Melqyad:
    Sim muito interessante

    Butterfly e Iceman:
    Dele só li este e Kafka à Beira Mar, mas pretendo ler outros. Achei que este tinha menos fantástico que Kafka à Beira Mar ,mas muito mais tocante a nível de sentimentos.

    Maria:
    És sempre bem vinda

    Argos:
    Que bom que gostaste... :)

     
    On 11 julho, 2013 Moreira Pereira disse...

    Pertenço a uma "comunidade de leitores" em Cascais - Portugal. Este mês, Julho 2013, temos que ler e discutir "Sputnik meu amor".
    É o terceiro livro de Haruki Murakami que tenho o prazer de ler.
    Os personagens criados, são densos, a triangulação de sentimentos existente analisa ao pormenor a condição humana e os diversos "eus" que existem dentro de nós.
    Está bem patente o gosto pela cultura ocidental do escritor, no desenvolvimento da trama romanesca.
    .

     

Blogger Templates by Blog Forum