BTT- Preços



O preço de um livro afecta a tua decisão de compra? Esperas por edições mais baratas?

_________________________________________________________________________________

Sim e não, depende do livro! Se é um livro que quero muito ter, então compro. Se for um livro que tenho apenas curiosidade, afecta sim! Não compro!
Actualmente prefiro comprar livros usados! Já lá vai o tempo em que comprava livros aos molhos, agora sou mais cuidadosa, mais criteriosa... 

E vocês? Como fazem?

9 comentários:

    On 12 abril, 2014 Isabel disse...

    Se é um livro que quero mesmo muito, o preço não me impede de o comprar, mas também já não compro livros aos molhos, como antigamente. Tive mesmo que cortar um bocado nos livros, e foi a última coisa em que cortei. Mas face aos saques permanentes ao nosso ordenado e à carteira, teve mesmo que ser!
    Bom fim-de-semana!

     
    On 12 abril, 2014 Sara disse...

    No meu caso o preço é a segunda coisa para que olho num livro (a primeira é a capa...), se achar muito caro risco-o da lista ou se estiver mesmo interessada espero por uma promoção. Por muito que goste de um autor ou género sem a capacidade de multiplicação do dinheiro não há hipótese :\ Também compro bastantes livros usados, mesmo daqueles velhotes a um euro...

    Cumps!

     
    On 12 abril, 2014 Vasco disse...

    Se for muito caro não compro. Mas geralmente depende da vontade, do autor e do momento.

     

    Neste momento só compro se for de um autor que goste muito muito. Há uns 2 anos atrás comprava em média por mês 3 ou 4 livros dependia das novidades e de outros que queria muito e de repente encontrava em promoções ou na Feira do Livro, ou num Alfarrabista, é óbvio que agora já não o faço.

     

    Se for caro e eu quiser muito espero por uma promoção boa ou peço emprestado :) Não dou mais que 15€ por um livro físico e mais de 5€ por ebooks (há que ter moral nestas coisa XD)

     

    É muito relativo, de facto. Tudo depende do que se considera caro. Os livros de Mário de Carvalho, por exemplo, têm sido vendidos a um preço exorbitante tendo em conta o número de páginas. Mas esse mesmo preço é, para mim, muito barato se o avaliarmos em função da qualidade literária das obras.
    No entanto, nos últimos tempos, a crise tem-me feito recorrer bastante à biblioteca escolar :)

     
    On 12 abril, 2014 GL disse...

    Cada vez mais selectiva só compro mesmo aquilo que me diz muito, aqueles autores que considero de leitura obrigatória. Dado o leque ser alargado opto por adquirir por prioridades, ou seja, aquele que no momento é o mais indicado à minha disposição.
    A leitura exige disponibilidades várias. Respeitá-las é uma questão de bom senso.

     
    On 13 abril, 2014 redonda disse...

    Afecta se estiver com um grande desconto. Ou seja, sendo um livro que pensaria ler, se não fosse pelo desconto iria adiar ou pensar duas vezes...

     
    On 14 abril, 2014 Dulce disse...

    O ultimo livro que comprei foi no Natal de 2012. Com grande pena, frustação, tristeza etc deixei de poder comprar livros!!! Mas não deixei de ler, emprestados por amigos ou da biblioteca tenho sempre imensos livros para ler. Aqui há uns anitos se o autor fosse bom (para mim, claro!) comprava logo nem olhava a preço. Se alguma capa me chamasse a atenção também comprava....
    Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades!
    Bjs
    Dulce Barbosa

     

Blogger Templates by Blog Forum