A tua biblioteca reflecte o teu gosto pessoal como leitor?

Este ano, dei por mim a olhar para os meus livros e a contar aqueles que li e que não me dizem muito. Posso até ter gostado, mas… há um “mas”…
Então, fiz uma lista de uns quantos livros e andei a trocar. Estou mais satisfeita com a minha "biblioteca", pois estou a ficar somente com aquilo de que gosto, o que agora, acho bastante importante.
É verdade que já fui mais apegada aos meus livros, tempos houve em que era incapaz de me desfazer de um livro mesmo que este não me tivesse “enchido as medidas”… hoje sinto que não quero ficar com livros na estante só porque os li! Quero ficar com aqueles que sou incapaz de me separar!

8 comentários:

    On 26 julho, 2012 Iceman disse...

    A minha biblioteca expressa, na sua grande maioria, o meu gosto pessoal.
    Em todo o caso eu quero e gosto de ter livros que não são bem o meu género e alguns técnicos, um pouco como assistimos nas bibliotecas comuns.
    Em relação ao apego, enfim, admito que nunca pensei em seleccionar livros para troca. De certo, se o fizesse, arranjaria muitos. Em todo o caso sinto que não sou muito apegado aos meus livros, tirando aqueles que de facto gostei muito. Repara que há livros que tenho e nem sei. Muitas vezes lá vou à base de dados pesquisar e dou por mim a pensar: "Olha, tenho este".

     
    On 26 julho, 2012 Paula disse...

    Eu também tenho de tirar tempo para colocar todos os meus livros numa base de dados :P
    Já tentei, mas cheguei aos duzentos e o cansaço era imenso e desisti. Tenho de tentar novamente!

     
    On 26 julho, 2012 Anónimo disse...

    Uma boa parte sim.
    Mas mantenho livros dos quais não gostei, pode ser que outra pessoa que passe lá por casa goste... ou mesmo que eu, mais tarde, me lembre de pegar nesses que não me agradaram tanto e que a minha opinião possa mudar radicalmente. Afinal também nós nos vamos moldando com o tempo.

    Vasco
    http://vascoricardo.blog.com

     

    Como ainda não saí de casa dos pais, a biblioteca reflete, sobretudo, o meu gosto e o da minha mãe. Até temos gostos semelhantes, mas eu sou dada mais a fantasia que ela.

    Geralmente troco os livros que não me enchem as medidas e já cheguei a dar alguns a bibliotecas ou para projetos de incentivo à leitura.

    Quanto à base de dados, o Goodreads é excelente para isso. Hásempre alguém que já adicionou o livro e é só juntá-lo às nossas "estantes". :P

     
    On 26 julho, 2012 redonda disse...

    Até agora só consegui dar dois livros porque por diferentes razões não os queria. Seria bom conseguir começar a dar mais alguns pela falta de espaço...até para arranjar outros novos...

     
    On 27 julho, 2012 Isabel disse...

    Sou incapaz de dar um livro que seja. Tenho-os repetios, em edições diferentes. Tenho falta de espaço, não os tenho organizados e continuo a comprar livros todas as semanas. E não compro tudo o que quero.
    Sei que há livros que nunca mais vou voltar a abrir, sei que já não vou ter vida para ler tudo o que tenho, mas continuo a comprar e a acumular.

    São feitios...
    Bom fim-de-semana

     

    Era mais apegada, agora penso vou ler?! se não gostei a primeira vez duvido muito que volte a ler...Então troco e dou a oportunidade a outro livro que pode ser me encha mais as "medidas", acho que as trocas se tornam de uma certa maneira viciantes ;)

     
    On 31 julho, 2012 Draco disse...

    Também já fui muito apegado aos meus livros mas com o passar do tempo cheguei à conclusão que só merece ser guardado aquilo que nos traz boas recordações. Livros que li mas que não me agradaram são oferecidos ou trocados. Até porque o espaço é pouco. Agora com IPAD começo a ter menos esse problema. Só compro em papel aqueles livros que quero que me acompanhem toda a vida!

     

Blogger Templates by Blog Forum