Opinião: Quem já teve a oportunidade e o prazer de ler Fernando Évora, sabe que este é um contador de histórias fantástico! Atenção, o autor não conta umas histórias quaisquer, conta essencialmente a história de todos nós, a história do povo, aquela história da terra que sabemos que existe, mas muitas vezes já nos fica distante, mas que nos é intrínseca. Este relato, esta "melodia" são feitos de diversas formas por Fernando Évora, ora ele nos expõe isso de forma simples, ora de forma complexa, mas sempre, sempre de uma maneira apaixonada com um gosto imenso! A sua escrita é muito critica e assertiva sobre a sociedade. Esta que nos acolhe, envolve e nos trai!
Nesta obra, O Mel e as Vespas, o autor dá-nos a conhecer dois lados de uma sociedade. Um que tenta sobreviver à custa de muito trabalho e suor e o outro que se tenta aproveitar deste mesmo trabalho em prol de uma riqueza fácil. A ironia, o sarcasmo, as tradições, os medos e as trapaças são relatadas de forma divertida e irónica.
Uma vez mais, Fernando Évora está de parabéns pela sua escrita!
Adorei! Recomendo sem reservas!

Sinopse
Cancino, vila perdida na serra algarvia, é o cenário deste livro. Porém, este não é um livro sobre uma vila perdida, é antes uma espécie de revisitação da História de Portugal mais recente, num olhar profundamente humanista, que navega entre a miséria e o humor, o destino e o sonho, e também o acaso. Personagens inesquecíveis de carne e osso, narradas com a ironia queirosiana e a originalidade que encantam, que inebriam, e que, no fundo, caracterizam Fernando Évora.

O livro aqui na Wook

2 comentários:

    Nunca li nada do autor. Vai para a wishlist ;)

     
    On 29 março, 2016 Paula disse...

    Olá João, vai ver que vai adorar, pois tem muita qualidade! Qualidade de escrita, qualidade de conteúdo!

     

Blogger Templates by Blog Forum