Firmin - Sam Savage

ADOREI E ACONSELHO A TODOS LEREM!!!


A História de Firmin, o nosso rato, começa assim:

"Sempre imaginei que a história da minha vida, se e quando a escrevesse, teria uma primeira frase grandiosa; uma coisa grandiosa como "Lolita, luz da minha vida, fogo da minha virilidade", de Nabokov; ou, caso eu não tivesse queda para o lírico, então uma coisa epopeica como "Todas as famílias felizes são iguais, mas as famílias infelizes são cada uma à sua maneira", de Tolstoi. São palavras que as pessoas não esquecem, mesmo que já não se lembrem do resto dos livros. No que diz respeito a primeiras frases, porém, a melhor, na minha opinião, é sem dúvida a que inicia "O Bom selvagem" de Ford Madox Ford: "Esta é a história mais triste que alguma vez ouvi." Já a li dezenas de vezes e continua a deixar-me de rastos. Ford Madox Ford era dos grandes."


Firmin é um rato que nasce numa livraria, a sua mãe, alcoólica, para além dele teve mais doze filhos.
Firmin era o mais fraco e, por ser o mais fraco, nunca conseguiu alimentar-se bem, pois a sua mãe só tinha doze mamilos, o que lhe valeu, pois livrou-se do alcoolismo.
Para sobreviver Firmin encontra um sabor especial nos livros, descrevendo-os como “doce, amargo, agridoce, raçoso, salgado, picante”.E de tanto devorar livros, aprende a ler, alargando o seu conhecimento nas diversas áreas, nomeadamente: história, medicina, música…
A Princípio, Firmin roía páginas inteiras, mas quando o gosto pela leitura fala mais alto, passa a roer somente as margens brancas dos livros e arrepende-se de ter destruído algumas obras.
Durante toda a história, o personagem fala-nos de clássicos e faz referência aos mesmos quando estes “encaixam” nos acontecimentos da sua vida.
Firmin é um rato solitário, considera-se diferente dos outros ratos. Ele quer amar, quer entender os humanos e considera-se, por vezes, humano. É, sobretudo, um rato romântico, imagina ser Ferd Asteire, dança com Ginger Rogers nos seus sonhos, e à noite olha as estrelas e divaga…
Uma história MAGNÍFICA!!
Classificação: 6

19 comentários:

    Acho que vou ler este livro em família com a carol...

     
    On 18 março, 2009 Alice disse...

    tenho este livro em casa para ler. Assim que o vi não resisti e comprei-o mas ainda não o li... plos vistos cometi um erro que vou ter que emendar em breve.
    Boas leituras

     
    On 18 março, 2009 Betita disse...

    Parece muito bom!
    Tenho de o comprar para ler com a minha Filhota!

     

    Parece ser uma daquelas histórias à medida dos amantes dos livros. Vou mantê-lo debaixo de olho.

     

    Tb fiquei curiosa!!
    Obrigada pela dica!
    :)

     

    Ah, preciso anotar essa dica, fiquei com muita vontade de ler este livro!
    Livros, aliás, são um dos meus temas favoritos...
    Abraços!

     

    Acabo de conhecer seu blog, e adorei... a partir de agora vou segui-lo...

    Parabéns e um grande beijo...
    Dé...

     

    Pela descrição parece um excelente livro para se ler e, sobretudo, para se dar a ler à juventude ainda em formação pois contém óptimas lições de vida a retirar.

     

    :) Eu sabia que ias gostar! É um livro que ao olhar é irresistível e depois a sua leitura é deliciosa. Uma hisória simples e bonita que se lê com um sorriso nos lábios. :)

     
    On 19 março, 2009 Janna disse...

    Oi Paula obg pelo coment. no meu blog, recomendo a vc continuar a ler "A menina que roubava livros" vc vai gostar BjOs...

     
    On 19 março, 2009 flicka disse...

    vou comprar este livro na próxima ida à livraria! adoro ratinhos e este tipo de histórias! Gostei muito de ler a tua opinião! =)
    Bjs

     

    Passando rapidinho pra te desejar um feliz dia do blogueiro e pra te deixar um beijo do tamanho do mundo!
    Saudades!

     
    On 20 março, 2009 Nicole disse...

    Obrigada pela indicação! Vou lê-lo.
    Parabéns pelo blog. As dicas são ótimas. Adorei o post com a poesia 'Viajar pela leitura', de Clarice Pacheco. É encantadora!

     

    Olá, Paula!
    Deixei um presentinho para ti lá no meu blogue ( http://edutrindade.blogspot.com ).
    Pelo que vi, já tens este selo, mas como a minha intenção era simplesmente falar do que eu gosto, incluindo o teu espaço, não quis deixar passar a oportunidade...
    Abraço!

     
    On 20 março, 2009 Anónimo disse...

    http://ossonseasletras.blogspot.com/

     

    Entrei aqui através da nocturna...e vou ficar...fiquei a gostar do firmin

     

    Já comprei Paula, segui o seu conselho... até breve!

     

    Por vezes as histórias que mais nos cativam são por vezes aquelas que sob forma alguma vemo-nos nelas, ou seja parecem estar a narrar parte da nossa história ou até mesmo grande parte dela, no caso do rato firmin ele vê ou acaba por ver na leitura um refugio para a sua solidão ou a procura de uma resposta, tanbém o facto de ser romântico mostra sensibilidade que atinge o lado materialista o gosto pelos livros e leitura não no sentido de "ter" mas sim no sentido de se "perder" ou "desligar-se" da realidade e viver o seu mundo em conjunto com os livros.
    Muitas pessoas encontram em livros paz, harmonia,cumplicidade nas palavras como se estivessem a amar enquanto estão a ler e fugir da solidão uma prisão invisivel mas dolorosa para quem a liberdade de "amar" muitas vezes está interdita amar tem vários sentidos infelizmente hoje existe muita generalização.
    Se puder faça como firmin olhe as estrelas deixe o seu campo de visão atingir apenas as estrelas numa noite só de estrela verá se o local for numa praia e estiver deitada parecerá ou terá por breves instantes a sensação que nada está a lhe prender á terra e que apenas está a mergulhar em estrelas! Luis Medeiros

     
    On 19 abril, 2009 Betita disse...

    Olá :)
    Segui o teu conselho e já o comprei, vou lê-lo em breve!
    Bjt

     

Blogger Templates by Blog Forum