Ora aqui está um livro que me suscitou alguma curiosidade "Uma Casa Para Mr. Biswas".
V. S. Naipaul, foi Prémio Nobel da Literatura em 2001



Sinopse:
Uma Casa para Mr. Biswas é um dos primeiros e mais importantes trabalhos de ficção de V.S. Naipaul e o romance que mais fez pelo conhecimento geral da sua obra. Nascido no lado errado da vida e atirado para o mundo que o acolheu com pouco mais do que um mau presságio, Mohum Biswas passou 46 anos da sua vida a lutar por ser independente. Mas a determinação e o esforço apenas levaram à calamidade. Arremessado de um lado para o outro após o afogamento do pai (pelo qual foi inadvertidamente responsável), Biswas anseia por um lugar a que possa chamar a sua casa. Entrave a este desígnio é também a família da mulher que o mantém numa relação de dependência. Mas contra isso também Biwas irá desdobrar-se em trabalhos, lutando arduamente pela compra de uma casa própria - o símbolo da sua autonomia. Comovente e cómico, Uma Casa para Mr. Biswas tem sido aclamado um dos melhores romances do século XX - em que, através da demanda de um homem, se evoca maravilhosamente o triunfo da resistência, persistência e dignidade num mundo pós-colonial.

O escritor:
De ascendência indiana, Vidiadhar Surajprasad Naipaul, ou mais simplesmente, V. S. Naipaul, foi galardoado com o Prémio Nobel da Literatura em 2001. Naipaul nasceu em 1932 na ilha de Trinidad e vive em Inglaterra desde 1950. É actualmente um dos escritores mais conceituados das letras inglesas, autor de romances, ensaios e livros de viagem, onde, com aguda perspicácia, muitas vezes com ironia, aborda temas variados, desde a sua infância na ilha de Trinidad, as viagens, a alienação e as dificuldades do mundo de hoje (dois dos seus livros analisam o Islão moderno e, devido ao momento em que vivemos, a sua leitura torna-se quase obrigatória para percebermos o que se está a passar. São eles "Among the Believers" (1981) e "Beyond Belief" (1998)). 


No volume autobiográfico "Reading & Writing", Naipaul diz que decidiu ser escritor aos 11 anos, mas que durante muito tempo esta sua ambição era mais uma "espécie de pretensão" e a sua "vida imaginativa" estaria mais no cinema, de que tanto gostava. Mas desde cedo a literatura lhe "bateu à porta", pois o seu pai escrevia contos e lia-lhe excertos de autores ingleses. E assim ele foi conhecendo personagens como Oliver Twist, Nicholas Nickleby ou David Copperfield. 



Em português estão publicados dois dos seus livros, os romances, "A Curva do Rio", considerado a sua obra-prima, e "Uma Casa para Mr. Biswas". Pode também adquirir na WOOK as suas várias obras na versão original inglesa.*


* Toda a informação retirada da wook

1 comentários:

    Deste autor li, há muitos anos, A Curva do Rio. Fiquei com a impressão que se trata de um grande escritor. No entanto não voltei a Naipul e tenho de o fazer... em breve!

     

Blogger Templates by Blog Forum