Opinião:
O Relógio Avariado de Deus…
Avarias interiores, exteriores, sociais e até divinas…
Poemas que são um grito furioso contra aquilo que muitas vezes não conseguimos mudar ou fazer algo. Através das palavras o autor consegue passar o alerta para factos tristes e tão próximos de nós!
Avarias que não deveriam acontecer, que deveriam ser consertadas pelo divino.
Um relógio que não anda, um tempo estagnado, parado…em retrocesso. Onde acontecimentos anormais, são vistos como rotina. Assim, não haja dúvidas de que o relógio de Deus (da vida) anda avariado…perante tal realidade!
No entanto, talvez haja conserto para este relógio especial. Quem será capaz de tal proeza/destreza? Arrisco a referir a humanidade! Será este um pensamento inalcançável? Um sonho? Espero que não!

Parabéns ao autor pela obra e pelos belos poemas, que sendo diferentes, reais,  revestidos de sonhos, tristezas, mágoas e até povoados pelo fantasma da morte, captam a nossa atenção e fazem-nos reflectir sobre o que nos envolve.
Li e reli este pequeno grande livro e Recomendo!

Ozias Filho, nasceu em 6 de Julho de 1962, no Rio de Janeiro, é formado em Jornalismo pela Faculdade Hélio Alonso; em Fotografia pela Pontifícia Universidade Católica, ambas naquela cidade; é pós-graduado em Edição, pela Universidade Católica Portuguesa. Trabalhou no Jornal O Primeiro de Janeiro (Porto). Lançou em 2001 pela Editora Alma Azul o livro Poemas do Dilúvio. Idealizou e protagonizou na Casa da América Latina ao longo da última década vários projectos, entre eles: Uma Hora Com os Poetas, Noites em Pasárgada e Neruda com Amor. Desde de 1999 é o responsável da Editora Vozes em Portugal. Em 2005 lançou pela Edições Pasárgada o livro Páginas Despidas. Em 2006 participou na colectânea de contos Con-to-Con-ti-go, Livrododia Editores e em 2008 publicou pela mesma editora o livro de fotografias Santa Cruz com poemas de Luís Filipe Cristóvão. Tem participado em vários projectos ligados à fotografia, produzindo para capas de livros e revistas especializadas (arquitectura e artes). Em 2010 foi um dos escritores da antologia de contos Só agora vejo crescer em mim as mãos de meu pai; das Edições Pasárgada, da qual é o fundador e editor.


Lançamento do livro "O Relógio Avariado de Deus" a 29 de Junho quarta-feira, às 21 horas, na Casa da América Latina, em Lisboa (Av. 24 de Julho, 118 B)

5 comentários:

    On 27 junho, 2011 Laura disse...

    Parece ser extremamente interessante, sem dúvida :)

    beijinhos

     

    querida Paula, obrigado pela gentileza de suas palavras.... mais do que um elogio, suas palavras trazem-me o peso da responsabilidade de continuar a escrever... espero estar à altura!

    beijinhos e obrigado mais uma vez,
    Ozias

     

    O meu livro estará a venda a partir da próxima semana nas Fnac (em Portugal); contudo, caso tenham dificuldades em encontrá-lo podem fazer a encomenda para o email: pasargada.edicoes@gmail.com ou para oziaspoeta@gmail.com

    Obrigado,
    Ozias
    http://orelogioavariado.blogspot.com/

     
    On 30 junho, 2011 ZANE disse...

    olá, Ozias, boa tarde.
    procuro por um amigo dos tempos da faculdade Hélio Alonso. Curtíamos muitíssimo as maratonas de cinema do Rio. Será que é você? Saudades! Rosane

     

    Com apenas o titulo a minha curiosidade despertou. Em apenas algumas semanas estarei em Portugal. Irei procurar este livro, sem dúvida!
    Bem haja.
    Sónia

     

Blogger Templates by Blog Forum