"Às vezes morrer converte-se num crime"



“Salvaria a vida do seu filho à custa da morte de outra criança?
Seria capaz de recorrer a métodos ilegais para comprar mais tempo de vida?
O amor ainda é o melhor refúgio do ser humano?
Porque é que os governos do mundo colocam questões éticas ao avanço da Ciência?

A Noite do Tamarindo dá respostas a estas e outras perguntas. Um romance apaixonante repleto de acção e com um ritmo espectacular que se desenvolve nos mais luxuosos cenários do mundo.

Uma história para debater o futuro imediato que já começou”


O que eu achei:
.
Confesso que quando comecei a ler este livro, começou por ser viciante, depois estranhei a mudança de perfil dos personagens (houve alturas que não gostei da mudança) e chegando ao fim não o consegui largar novamente.
É de realçar que a mensagem deixada pelo escritor é forte.

Salazar é um homem muito rico e muito triste. Pois a sua única filha está condenada à morte. O principal objectivo da sua vida após conhecimento da doença da filha é juntar uma fortuna inimaginável, por meios também estes, inimagináveis, para assim conseguir o tratamento adequado à doença. Contudo, Belén morre antes de se submeter ao tratamento em questão e Salazar inconformado com a sua perda e com os seus remorsos decide usar a sua fortuna para “nascer” de novo para o mundo. Assim, morre para a sociedade que o conhece e surge um homem diferente: com um novo rosto, nova identidade, sem passado e logicamente, para ele, sem remorsos e sem culpas e com uma longa vida pela frente…
.
Mas a vida nova de Salazar vai revelar-se madrasta! Vai provar-lhe que as ambições desmedidas trazem consequências irreparáveis e irreversíveis…

Uma leitura que aconselho!
Classificação: 4/6 Bom

6 comentários:

    On 08 outubro, 2009 Jojo disse...

    Olá Paula!
    Coincidência ou não, comprei este livro há pouco tempo. Está aqui em casa há espera de vez.

    Bjinhos*

     
    On 09 outubro, 2009 Ana disse...

    Vou ter a oportunidade de ler este livro brevemente.

    Bom fim de semana!!!

     

    Olá Paula.

    Eu penso que a mensagem do escritor é só uma e ele procura escrever todo um trama sempre com essa mensagem em fundo. Porém e sobretudo com a rapariga brasileira, ele cai na incoerência e, como isso, o livro perde fluidez e credibilidade.

    No entanto continuo a pensar que é um livro aconselhável.

     
    On 09 outubro, 2009 Paula disse...

    Jojo e Ana,
    Acho que vão gostar de ler o livro. Fico à espera dos vossos comentários.

    Iceman,
    Pois é Iceman, estava eu a ler e a seguir uma certa linha de pensamento e de um momento para o outro, nomeadamente quando entra Maria as acções começam a tomar outro rumo. Penso ainda que o autor poderia ter passado a mesma mensagem sem alterar tanto o objectivo dos personagens.

     

    «os homens perdem a saúde para juntar dinheiro e depois perdem o dinheiro que juntaram para recuperar a saúde»

    Buda

     
    On 14 outubro, 2009 Paula disse...

    Poeta,
    Infelizmente isto é uma grande verdade :)
    Um abraço.

     

Blogger Templates by Blog Forum